sexta-feira, 29 de julho de 2011

Promotoria acusa Testemunhas de Jeová de discriminação

O Ministério Público Federal no Ceará entrou com ação civil pública para impedir a igreja Testemunhas de Jeová de praticar suposta discriminação contra "ex-fiéis".

A ação, protocolada na última semana, foi motivada por representação do servidor público Sebastião Oliveira, 53, que foi expulso da religião. Depois disso, ele diz que passou a ser rejeitado por outros fieis por orientação da igreja.

O objetivo da prática, de acordo com a procuradora Nilce Rodrigues, é fazer com que o "ex-fiel" "caia em si e retorne a [religião de] Jeová".

Oliveira diz que foi expulso após escrever artigos em jornais sobre suas crenças. A orientação da religião é que apenas representantes oficiais se manifestem publicamente sobre a doutrina, conforme a Procuradoria.

Oliveira diz que perdeu seus amigos, pois a religião exige que um fiel só tenha relações com quem tem a mesma crença.

Ainda segundo o ex-fiel, colegas de trabalho "viraram a cara" e ele passou a andar só de carro pelo bairro para evitar a humilhação de ser ignorado por vizinhos. Nem com a irmã, que é da religião, conversa mais.

Segundo a procuradora, investigação comprovou que publicações da religião incentivam a discriminação contra ex-fieis e outras testemunhas confirmaram a orientação.

Rodrigues diz que a prática é discriminatória e que ninguém pode exercer pressão para manter "alguém filiado a uma entidade religiosa".

A ação, contra a Associação Torre de Vigia de Bíblias e Tratados, que representa as Testemunhas de Jeová no Brasil, e a Associação Bíblica e Cultural de Fortaleza, representante no Estado, pede pena de pagamento de multa de R$ 10 mil por cada ato de discriminação identificado.

Foi pedido que a igreja não divulgue mais orientações sobre a forma de tratar "ex-fiéis" com discriminação.

Por meio de seu porta-voz, Walter Freoa, a igreja Testemunhas de Jeová afirmou que não se manifestaria.

ATEUS LUTAM PARA TIRAR A CRUZ DO MEMORIAL DO WORLD TRADE CENTER


Grupos ateus dos EUA anunciaram ação judicial para exigir a retirada de cruz feita com destroços do 11/09 do Memorial e Museu World Trade Center. Eles também querem que o símbolo católico seja retirado da exposição em homenagem às vítimas. A informação é do site "The Slatest"

Para esses grupos, a inclusão de cruzes viola a Constituição dos EUA por promover publicidade a uma única religião, o Cristianismo, em detrimento de outras. Eles afirmam que é uma forma de divulgação religiosa que não pode ser imposta pelo Estado.

Em resposta, a World Trade Center Memorial Foundation defendeu os monumentos, citados como "símbolos de conforto espiritual para milhares de trabalhadores que atuaram no resgate de vítimas do (chamado) Ground Zero."

A entidade disse que objetos de outras religiões também poderiam ser incluídos no memorial.

A "consagração de uma cruz no local é inadmissível, visto que local é público e o estado é laico", afirma grupo de ateus de Nova York em um comunicado de imprensa.

O grupo que entrou com a ação nesta semana em um tribunal estadual de Nova York e postou uma cópia do processo em seu site. A ação judicial envolve muitos réus, incluindo o estado de New Jersey, a cidade de Nova York, Michael Bloomberg (prefeito de Nova York) e o governador de Nova Jersey Chris Christie.

A cruz do World Trade Center é um escombro sem emendas do desabamento das torres gêmeas. São duas vigas de aço que sustentavam uma interseção da estrutura central da torre norte e que ficou surpreendentemente de pé quando as torres gêmeas desabaram em 11 de setembro de 2001. Desde o início do processo de resgate o objeto foi "espiritualizado" por muitos.


A cruz em meio aos destroços, desde então admirada por bombeiros e demais trabalhadores atuando no local da tragédia, além dos familiares das vítimas.

Até recentemente, a cruz estava em uma igreja católica muito frequentada por policiais e bombeiros nova iorquinos (lembrando que estas profissões são dominadas nesta região dos Estados Unidos por descendentes de irlandeses, povo majoritariamente católico).

No último sábado, foi colocada no local da tragédia por conta de um evento relacionado à construção do Memorial 11/09 e Museu. Houve também a bênção cerimonial da cruz e um serviço conduzido pelo Frei Brian Jordan, um monge franciscano que ministrou a trabalhadores limpando a área após os ataques de 9 / 11.

Joe Daniels, presidente Memorial, disse que a cruz é "uma parte importante do nosso compromisso de trazer de volta as lembranças autênticas que contam a história de 9 / 11 . "O seu retorno é um símbolo do progresso da construção do Memorial, que hoje sentimos em vez de ver, lembrando-nos que esta comemoração está no coração de nossa missão."

Mas o grupo ateu diz que a cruz envia uma mensagem muito diferente: "A cruz do WTC se tornou um ícone cristão", disse Dave Silverman, presidente do grupo ateu. "Tem sido abençoada pelos chamados "homens santos" e apresentada como um lembrete de um "deus", que não podia ser incomodado para parar os terroristas muçulmanos ou impedir que 3.000 pessoas fossem mortas em seu nome, mas se preocupou conosco apenas o suficiente para conceder-nos um entulho que se assemelha a uma cruz. Isto é ridículo! "

quarta-feira, 27 de julho de 2011


O pastor britânico, John Robert Walmsley Stott, faleceu nesta quarta-feira, 27, às 3h15 da tarde em Londres, por complicações de saúde relacionadas à idade avançada, o pregador tinha 90 anos.

De acordo com presidente da fundação que leva seu nome, Benjamin Homan, Scott estava sentindo muito desconforto ao longo das últimas semanas.

Homan disse que o pastor já vinha se preparando para sua morte nos últimos 15 anos. “Eu acho que ele foi um exemplo impecável para os líderes de ministérios de entregar as coisas para os outros líderes”, disse Homan.

John Stott foi um pastor anglicano que ficou conhecido como uma das maiores lideranças mundiais evangélicas.

Ele também escreveu mais de 40 livros sobre o cristianismo, entre eles “Cristianismo Básico”, “Crer é Também Pensar”, ”Porque Sou Cristão” e outros. Este primeiro vendeu mais de 2 milhões de cópias e foi traduzido em mais de 60 línguas.

Billy Graham chamou John Stott de “o mais respeitável clérigo no mundo hoje”.

Fonte: Gospel Prime

terça-feira, 26 de julho de 2011

DOIS PRÉDIOS DESABAM EM BARRA MANSA - RJ



Dois dos prédios interditados, no Ano Bom, acabam de cair. Um terceiro começou a ruir. Outro edifício, que também fica na Rua Orlando Brandão, pode desabar a qualquer momento. Não há notícias de vítimas, já que todos os imóveis foram desocupados desde a noite de sexta-feira, quando as rachaduras começaram a aparecer.

Bombeiros, Defesa Civil e guardas municipais estão na área, que foi isolada pela manhã.

Por enquanto, a Defesa Civil não vai retirar escombros ou demolir outros prédios. Isso só será feito com parecer técnico.

- Estive no local na parte da manhã e percebi que a fenda no morro continua se deslocando, o que não dá condição para a remoção de escombros. A área continuará isolada e a Defesa Civil mantém o monitoramento do local - afirmou o coordenador do órgão, Manoel Carlos Souza da Silva.

sábado, 23 de julho de 2011

NOTA DE ESCLARECIMENTO - INSTITUTO METODISTA DE ENSINO SUPERIOR

22/07/2011- FONTE: http://www.metodista.br/

O Instituto Metodista de Ensino Superior (IMS), mantenedor da Universidade Metodista de São Paulo e das unidades do Colégio Metodista, diante de reportagem veiculada nesta sexta-feira (22 de julho) no jornal Diário do Grande ABC, faz os seguintes esclarecimentos, com vistas a dar tranquilidade a seus estudantes:

■ O assunto tratado refere-se à execução fiscal promovida pelo INSS contra o IMS, processo proposto em 2004, mas com cobranças pertinentes ao período entre 1994 e 2002;

■ Existe apenas decisão de 1ª instância, para a qual o IMS apresentou recurso cabível que ainda não foi julgado pelo Tribunal Regional Federal. Em tal recurso estamos insistindo em nossa imunidade e na prescrição dos débitos, respaldados em garantia constitucional e legal; ou seja, entendemos que a cobrança é indevida. O IMS é uma instituição sem fins lucrativos, filantrópica, reconhecida pela União, Estado e Município como de Utilidade Pública, além de registrada no Conselho Nacional de Assistência Social e inscrita no PROUNI – Programa Universidade para Todos desde novembro de 2004;

■ Há um equívoco grave no título da matéria do citado Jornal – pelo qual lamentamos profundamente – ao indicar que a Metodista vai a leilão, pois na realidade alguns imóveis garantem esse processo e não a instituição em si.

Informamos que as medidas jurídicas foram tomadas e estamos aguardando a manifestação do Judiciário. É muito importante dizer que esse processo não compromete a normalidade das atividades educacionais das instituições mantidas pelo IMS (tanto os colégios quanto a Universidade), reconhecidas pela qualidade e seriedade que caracterizam a marca Metodista.

Instituto Metodista de Ensino Superior

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Justiça leiloa imóveis da Metodista para pagar dívida de R$ 183 mi com INSS

O Instituto Metodista de Ensino Superior (IMS), responsável pela Universidade Metodista, terá 15 imóveis leiloados pela Justiça Federal para pagar dívida com o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) no valor de R$ 183 milhões. O leilão está marcado para o dia 9 de agosto, a partir das 13h.

Todos os imóveis estão localizados no bairro Rudge Ramos, em São Bernardo do Campo, incluindo o prédio do Colégio Metodista, avaliado em R$ 12,4 milhões. Segundo o edital, o imóvel da rua Alfeu Tavares, 149, avaliado em R$ 480 mil, já é objeto de penhora em outro processo judicial - esse é o endereço da entrada do campus Rudge Ramos da Universidade Metodista. Outros imóveis listados também estão em penhora.

A relação de todos os imóveis pode ser consultada a partir da página 33 do Edital da 83ª Hasta Pública Unificada da Justiça Federal de Primeiro Grau em São Paulo.

A assessoria de imprensa da Universidade Metodista de São Paulo informou que o IMS já apresentou recurso cabível, que ainda não foi julgado pelo Tribunal Regional Federal. Segundo a nota, o processo não compromete a normalidade das atividades educacionais das instituições mantidas pelo IMS (colégios e universidade).

FONTE: http://noticias.uol.com.br/educacao/2011/07/22

terça-feira, 19 de julho de 2011

Justiça tira do calendário e proíbe dinheiro público na Marcha Para Jesus

A Justiça do Distrito Federal retirou a Marcha para Jesus do calendário oficial de eventos de Brasília. Por meio de uma liminar, o Conselho Especial do TJ-DFT (Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios) suspendeu a eficácia de uma lei que também destinava recursos públicos para o evento.

O Governo do DF havia ajuizado Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) por entender que a lei criava uma nova atribuição para a Administração Pública e, dessa forma, aumentava as despesas para os cofres públicos, ferindo a Lei Orgânica do Distrito Federal.

O relator do processo no Tribunal alegou que a norma sofre do vício de inconstitucionalidade formal, pois deveria ter sido originada de projeto de lei de autoria do governador e não de um parlamentar. Declarou ainda que, mesmo tendo passado mais de uma década da edição da lei, a norma impõe ônus de ordem financeira ao DF.

O efeito da decisão do TJ vigora até o julgamento definitivo do Conselho. O relator considerou ainda que a liminar deveria ser concedida para resguardar o orçamento público.

FONTE: http://ultimainstancia.uol.com.br/conteudo/noticias/52333/justica+tira+do+calendario+e+proibe+repasse+de+recursos+a+marcha+para+jesus.shtml

AVISO NA PORTA DE UM CONSULTÓRIO MÉDICO


Este alerta está colocado na porta de um espaço terapêutico.
 
O resfriado escorre quando o corpo não chora. 
A dor de garganta entope quando não é possível comunicar as aflições. 
O estômago arde quando as raivas não conseguem sair.
O diabetes invade quando a solidão dói. 
O corpo engorda quando a insatisfação aperta. 
A dor de cabeça deprime quando as duvidas aumentam. 
O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar. 
A alergia aparece quando o perfeccionismo fica intolerável. 
As unhas quebram quando as defesas ficam ameaçadas. 
O peito aperta quando o orgulho escraviza.
O coração infarta quando chega a ingratidão.
A pressão sobe quando o medo aprisiona. 
As neuroses paralisam quando a"criança interna" tiraniza.
A febre esquenta quando as defesas detonam as fronteiras da imunidade.

Preste atenção!

O plantio é livre, a colheita, obrigatória ... 

Preste atenção no que você está plantando, pois será  a mesma coisa que irá colher !!!

Enviado por Diogo da Silva Breves

domingo, 17 de julho de 2011

CONCÍLIO GERAL 2011 - AVALIAÇÃO PASTORAL

Com 119 votos favoráveis, três contra e dois delegados/as que se abstiveram, o Concílio decidiu que o/a presbítero/a perderá o direito de nomeação pastoral quando comprovada por três vezes, por meio de avaliações locais negativas, Ministério de Apoio Pastoral e Ordem Presbiteral ou se comprovado o comportamento imoral e/ou ético depois de julgado em processo eclesiástico.

CONCÍLIO GERAL 2011 - COGEAM 2012-2015



Na tarde de hoje, 16, os conciliares reunidos em Brasília elegeram os membros da Coordenação Geral de Ação Missionária, Cogeam, que é representada por 14 membros clérigos/as e leigos/as da Igreja Metodista.
A Cogeam atua em substituição ao Concílio Geral, no intervalo do conclave, podendo deliberar sobre todos os assuntos, desde que, não conflite com decisões anteriores.

A Cogeam eleita para o próximo quinquênio ficou assim definida:

Clérigo: Giselma de Souza Almeida Matos - 1ª Região
Leiga: Deise Luce de Souza Marques - 1ª Região

Clérigo: Clemir Chagas - 2ª Região
Leiga: Iara Côvolo - 2ª Região

Clériga: Cristiane Capeleti Pereira - 3ª Região
Leigo: Luiz Roberto Saparolli - 3ª Região

Clériga: Hideide Brito Torres - 4ª Região
Leigo: Elias Bonifácio - 4ª Região

Clérigo: Bispo Adonias Pereira do Lago - 5ª região
Leigo: Recildo Narciso - 5ª Região

Clérigo: Bispo João Carlos Lopes - 6ª Região
Leigo: Eric de Oliveira Santos  - 6ª Região

Leigo: Silas Dornelas - Rema

Clériga: Bispa Marisa de Freitas Ferreira - Remne

Termina hoje, 17 de Julho de 2011, em Brasília, o 19º Concílio Geral da Igreja Metodista




Termina hoje, 17, em Brasília, DF, o 19º Concílio Geral da Igreja Metodista. O conclave teve uma forte ênfase missionária. Em uma das plenárias, a Bispa Marisa de Freitas Ferreira disse: "Este Concílio está parecendo mais um encontro de avivamento". Durante nove dias, líderes de todo de Brasil tomaram decisões e aprovaram estratégias para o desenvolvimento missionário da igreja.

O Concílio Geral foi marcado também pela participação do povo metodista espalhado pelo Brasil. Milhares de pessoas acompanharam pela internet, as transmissões ao vivo de cultos, eleição episcopal e detalhes em tempo real pelas redes sociais. Nosso portal rebeceu centenas de mensagems como esta de Fabio Vilela - “Nunca fui tão Metodista, acompanhando o Concílio Geral via twitter com o @metodistabrasil!”.

Em plenário foram discutidos e aprovados temas de extrema importância para o caminhar da Igreja: Plano Nacional Missionário, nova estratégia de organização das Regiões, autonomia da Remne, encaminhamentos para as Instituições de Ensino Metodista. Muitas outras propostas foram votadas pelas delegações.

"Este Concílio Geral foi um marco para a Igreja Metodista. Estamos passando por um novo momento. Esta Igreja mudou. Estamos mais unidos e conscientes da missão. As diferenças ideológicas cederam e isto nos amadureceu e nos fortaleceu", resumiu José Pontes Sobrinho, delegado clérigo da 4ª Região.

Confira algumas notícias e fique por dentro do que aconteceu no 19º Concílio Geral:

 • Líderes de delegações se reúnem no Concílio Geral
Confira a agenda do 19º Concílio Geral aprovada em plenária

Propostas sobre ecumenismo são retiradas da pauta da Concílio Geral



O tema ecumenismo não estará mais em discussão no conclave. As duas propostas sobre o assunto foram retiradas do caderno pelas delegações que as escreveram (2ª e 3ª Regiões). Seria discutida a possível revogação da decisão restritiva tomada pelo último Concílio Geral, em 2006. Hoje a Igreja Metodista não participa de órgãos ecumênicos com a presença da Igreja Católica.



Luiz Roberto Saparolli, da 3ª Região disse que a proposta pode prejudicar o bom momento do caminhar do Concílio. "Nós entendemos que o Concílio está em um momento muito bom, portanto é preciso recuar e esperar", declara. Saparolli disse ainda que houve entendimento entre as duas delegações que decidiram retirar as propostas.

CONCÍLIO GERAL 2011 - NOVA COMPOSIÇÃO DO CONCÍLIO GERAL

A proposta foi discutida por um Grupo de Trabalho composto por membros de todas as delegações. A partir de agora, o número de delegados para participação no Concílio Geral será:

a)    50% das vagas são distribuídas pelas Regiões Eclesiásticas e Missionárias em quotas iguais;

b)    50% das demais vagas são distribuídas pelas Regiões Eclesiásticas e Missionárias na mesma proporção dos membros de cada Região em relação ao número total de membros da Igreja.

Para aplicação dos itens acima deverá será observado:

c)    O número de delegados ao Concílio Geral será de 1 delegado para cada 1000 membros de Igreja, de acordo com os róis apresentados nos Concílios Regionais que o antecedem;

d)    O número de membros do Concílio Geral apurado na forma da Letra “c”,  deve ser múltiplo do número de Regiões, para se evitar frações e arredondamentos.

Para Achile Alesina, delegado leigo 

sexta-feira, 15 de julho de 2011

CONCÍLIO GERAL 2011 - NOMEAÇÃO DOS BISPOS - DESIGNAÇÕES EPISCOPAIS



 3 RE - JOSÉ CARLOS PERES

4 RE - ROBERTO

5 RE - ADONIAS PEREIRA LAGO

6 RE - JOÃO CARLOS LOPES

quinta-feira, 14 de julho de 2011

CONCÍLIO GERAL 2011 - PERFIL DOS NOVOS BISPOS


O 19º Concílio Geral da Igreja Metodista elegeu os Bispos e Bispa para os próximos cinco anos. Foram oito horas de votação na Igreja da Asa Sul em Brasília. O primeiro escrutínio começou por volta das 10h30 e o último só terminou às 18h30.

Os visitantes acompanharam todo o processo em uma tenda montada do lado de fora da plenária. Jairma de Assis Guelo, veio de São Paulo especialmente para acompanhar a eleição. “Eu vim pela primeira vez e realmente é muito emocionante. Estou aqui com o meu coração a mil, torcendo e orando bastante”, revela.

A suplente - delegada leiga de Rondônia, Elifeliete Evêncio Gonçalves, não perdeu nenhum detalhe. “Estou aqui, na expectativa. Acompanhando voto a voto. Pra mim está sendo uma experiência marcante”.

Na internet, milhares de pessoas também acompanharam a votação ‘ao vivo’ e em tempo real pelas redes sociais. O internauta Fábio Vilela afirmou: “Nunca fui tão Metodista, acompanhando o Concílio Geral pela internet”.

Os Bispos e Bispa eleitos também comentaram o resultado da votação. Confira:

Paulo Tarso de Olveira Lockmann


“Você nunca sabe o que vai acontecer. Eu sabia que a minha delegação estava me apoiando e isto conta muito. Mas, a gente nunca sabe o que vai acontecer na verdade. Estou muito feliz e me sinto desafiado. A confiança que o Concílio está depositando em mim e nos colegas eleitos, nos compromete e nos faz sonhar em coisas grandes para esta Igreja. Eu acredito muito no potencial da Igreja Metodista como uma igreja missionária. Nós temos uma teologia brilhante, o que nos faltava eram algumas metas bem claras para a expansão e eu acredito que isto está acontecendo neste Concílio.”

João Carlos Lopes


“Fico feliz em servir a Igreja. É sempre bom participar dessa eleição. Mas, meu coração sempre esteve tranqüilo, sabendo que o que Deus fizer, está bem feito. Em relação ao Concílio Geral, creio que o plenário está bem maduro. Temos coisas que estão acontecendo aqui que não aconteceram em outros Concílios. As lideranças se reúnem para chegar ao consenso nos temas. A própria eleição de cinco Bispos no primeiro escrutínio, na minha história eu não conheço. Eu já vi eleição de três, quatro, mas, de cinco eu nunca tinha visto. Isto também mostra maturidade, rumo a missão – crescimento de igreja, testemunho de vida, santidade, que é aquilo que o metodismo defende e é a tese da nossa igreja.

Adonias Pereira do Lago


“A gente fica sem palavras. A gente ora, consagra e entrega nossas vidas nas mãos de Deus. E quando a confirmação vem, ficamos realmente emocionados. Vejo a graça e confirmação do propósito de Deus. Isto só aumenta nosso amor e nossa responsabilidade para com a obra de Deus e para com esta igreja que nos acolhe e abençoa. O espírito de Deus está pairando sobre a nossa Igreja neste Concílio e está nos direcionando diante daquilo que a gente percebe ser o anseio de todos – ver a Igreja se posicionando significativamente na obra missionária. Este tom de missão em nosso Concílio é muito especial.”

Marisa de Freitas Ferreira


“Esta vitória não é da Marisa, é da Remne. A Igreja Nacional reconheceu que o trabalho que estamos desenvolvendo tem dado frutos. Eu me alegro pela Região, por mim também claro, mas, muito mais pelo projeto que Deus tem para nós lá. A meu ver, a igreja está se voltando para as ênfases missionárias e apoiando os próprios campos missionários. Oro para que este Concílio atenda a todas estas percepções missionárias que o povo de Deus tem tido.”

Roberto Alves de Souza
  


“Louvo a Deus pela confiança que a Igreja Metodista está depositando em mim mais uma vez. A missão é algo que arde em nosso coração. Eu estarei trabalhando de qualquer jeito, como pastor ou até mesmo como membro da igreja. E, como Bispo, é uma responsabilidade maior, mas, nós cremos que vamos trabalhar para um grande avanço missionário para a Igreja no Brasil.”

Luiz Vergílio Batista da Rosa



“Estou muito grato a Deus, pois Ele escolhe as coisas simples deste mundo. Nós temos vivido um tempo de semeadura, mas, o nosso projeto missionário vai nos levar a um tempo de colheita. Vai nos levar em direção das pessoas que estão carentes do Evangelho. Este será o projeto da Igreja Metodista nos próximos anos.”

Adolfo Evaristo de Souza

“Estou me sentindo descansado e vitorioso. Deus é fiel e Ele tem um propósito para a Igreja Metodista e eu faço parte disto! A grande alegria é restaurar os fundamentos da casa. O que eu pedi ao Senhor em 1981 no monte de oração está se cumprindo. Eu disse: Senhor permita-me participar deste momento. Trinta anos depois a resposta veio e eu creio que as promessas vão se cumprir. Vai ser meu último período e terei a alegria de participar deste mover.”

José Carlos Peres


“Não fiz nenhum exame cardiológico, mas, depois do que eu passei creio que não tenho problema nenhum no coração. Estou muito feliz, é uma emoção muito grande. Eu vim pra cá com a intenção de concorrer. Mas, minha preocupação era que meu nome era conhecido apenas na 3ª Região e não no Brasil. Eu sabia que para ser eleito, Deus teria que mover muito. Creio que em cada escrutínio pude ver a mão de Deus. Sei que por esforço humano a gente não chegaria lá. Estou muito feliz por poder fazer parte deste momento missionário da Igreja Metodista.”

CREDITOS das fotos e informações: http://www.metodista.org.br/

quarta-feira, 13 de julho de 2011

A UNÇÃO NOS FAZ FORTES


Uma palavra de incentivo

Domingo, quando terminei de pregar este sermão, um dos amados irmãos da Igreja me disse: Pastor este sermão precisa ser divulgado. Pensei bastante sobre isso, apesar de, vez ou outra, postar no blog um deles. Este, eu estou postando para atender ao pedido deste irmão. Espero que o sermão edifique a sua vida assim como edificou a minha quando o estava preparando.

Consideração inicial

Como vimos na semana passada, a Unção é que faz a Diferença em nossa vida. A mesma unção que é dada por Deus e permanece em nós pelo Espírito Santo, traz força para desenvolvermos o ministério que nos foi dado. Podemos ver isso na vida de Davi, bem como na vida de outros homens de Deus como Daniel, Elias e outros. Com a unção do Senhor sobre sua vida, com certeza, você também se tornará forte.

Textos:

1Sm 16.13 – “Então Samuel tomou o vaso de azeite, e o ungiu no meio de seus irmãos; e daquele dia em diante o Espírito do Senhor se apoderou de Davi. Depois Samuel se levantou, e foi para Ramá”.

1Sm 16.18 – “Respondeu um dos mancebos: Eis que tenho visto um filho de Jessé, o belemita, que sabe tocar bem, e é forte e destemido, homem de guerra, sisudo em palavras, e de gentil aspecto; e o Senhor é com ele”.

Introdução:

Já vimos e entendemos que é pelo Espírito do Senhor que Davi se tornou no homem e no Rei que foi. Vimos também como alguém que estava esquecido no campo, cuidando de ovelhas veio a se tornar o homem segundo o coração de Deus. Hoje, veremos uma segunda característica que se acentuou em Davi depois da unção que recebeu.

Ele é forte. Foi realçando esta característica de Davi que um dos homens do Rei Saul fez sua apresentação.

O que significa ser forte?

Ele é forte

O entendimento que se tem nesta afirmação é que se trata de alguém que foi fortalecido pela graça de Deus com o intuito de vencer. Podemos definir Davi como um homem vencedor. Basta ver de onde saiu e para onde Deus o conduziu.

Muitos de nós, fomos fortalecidos por Deus para vencer, olhe de onde você saiu e para onde Deus o está levando! Quantos não nasceram em famílias muito pobres, passaram por dificuldades, caminharam com os pés descalço e hoje são bem sucedidos? Quando vamos conquistando nossas vitórias muitas vezes o inimigo tenta nos confundir fazendo com que pensemos que somos vitoriosos por nossa força ou porque somos bons mesmo. Quem estiver com pensamentos parecidos com este aconselho que leiam Dt 8.10-17 e aprendam com esta leitura. Entretanto, a nossa vitória somente foi possível pela unção de Deus sobre nossa vida. Então o louvor e a honra devem ser dados a Ele.

Você que se sente fraco porque foi vencido e dominado pelo pecado, mesmo sabendo que a Palavra de Deus ensina que o pecado não tem domínio sobre aquele que foi alcançado pela graça de Deus (Rm 6.14), está precisando receber a Unção que pode fazê-lo forte.

A razão de muitos estarem afastados dos caminhos de Deus, que gostam de questionar a Sua Palavra e que não adotam os princípios divinos em suas vidas, é porque lhes falta a unção do Espírito e também precisam recebê-la.

Pedro (Mt 26.75), Tiago, João (Lc 9.54) e Paulo (Gl 1.23) são exemplos homens que se deixaram fortalecer pela unção que receberam e nós também devemos nos fortalecer pela unção que recebemos. Chega de ficar pensando a nosso respeito aquém do que convém. Rm 12.13 nos ensina que não devemos pensar de nós além do que convém, mas não podemos pensar aquém do que convém, pois tanto uma com a outra forma de pensar não faz bem, pois uma supervaloriza e a outra subestima. Acho que ambas as formas de pensar é pecado. Mas, somos vencedores sobre o pecado porque ele não domina sobre nós.

A unção o faz forte para que você seja livre

Jz 15.14 - E, vindo ele a Leí, os filisteus lhe saíram ao encontro, jubilando; porém o Espírito do SENHOR poderosamente se apossou dele, e as cordas que ele tinha nos braços se tornaram como fios de linho que se queimaram no fogo, e as suas amarraduras se desfizeram das suas mãos.

Como o texto nos mostra, a unção vem sobre nossa vida para nos tornar pessoas livres. Ela não nos deixa prisioneiros do inimigo, dá-nos força para quebrarmos as amarras que tenta nos prender. Entendo que do mesmo modo que a Unção deu poder a Sansão para se libertar o mesmo ocorrerá conosco, teremos poder de Deus para nos libertar de toda e qualquer amarra que o diabo quiser colocar em nossa vida. Você, pela unção de Deus, tornar-se-á forte para vencer o inimigo e as provações.

Caso o seu ministério também esteja amarrado, preso por grilhões, em nome de Jesus Cristo, nesta noite, a força de Deus, pelo Espírito que unge e fortalece, há de trazer a libertação sobre o seu ministério. Hoje, que não seja outra coisa senão a vitória que o Senhor lhe conceda. Tome posse pela fé, dessa palavra, meu irmão. Deus o faz forte para mantê-lo livre. Acredite, você não foi chamado para ser fraco e debilitado, sem força e sem vigor, Deus o chamou para ser forte nele.

Diga como o apóstolo Paulo:

• “Posso todas as coisas, naquele que me fortalece” – Fl 4.13;

• “Que segundo as riquezas de sua glória, me conceda que seja robustecido com poder pelo seu

Espírito no homem interior” – Ef 3.16;

Você é forte para realizar proezas em nome de Deus

Dn 11.32b “... mas o povo que conhece ao seu Deus se tornará forte e fará proezas”.

Amados, a coisa mais triste para o pastor é quando a Igreja é desafiada para a leitura da Palavra, para a oração e para o jejum e povo diz que não pode. Esquece-se que são estas atitudes trazem sobre nós a unção de Deus, pois demonstram que somos interessados nas coisas do Reino.

Quando abrimos mãos delas somos destinados ao fracasso e tenho para mim que essa é a razão de muitos caminharem desanimados, fracassados, sem vigor e vivendo na base da oração dos outros por sua vida.

Pessoas que não se fortalecem em Deus, quando cai, vem com aquela desculpinha que a maioria dos crentes gosta: “sabe como é... a carne é fraca”. Porém, não é a carne que se encontra fraca e sim o espírito, pois a vida espiritual está fracassada também.

Todos sabemos que a carne é alimentada pelo pecado e pela fraqueza, assim a Bíblia ensina:

Mc 14.38 – Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca.

Rm 8.3 – Porquanto o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne.

Entretanto, o espírito é que deve ser fortalecido para controlar os desejos da carne:

2Co 3.6 – O qual nos fez também capazes de ser ministros de um novo testamento, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata e o espírito vivifica.

Jo 6.63 – O espírito é o que vivifica, a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos disse são espírito e vida.

Então, meus irmãos, como aprendemos com Daniel, sejamos um povo forte e destemido. O senhor é conosco. Somente quem não conhece o seu Deus é que anda em fraqueza.

Pela graça de Deus é que somos fortalecidos

Paulo se sentia fraco por aquilo que ele chama de espinho que lhe fora colocado na carne. Depois de orar por três vezes sobre isso ao Senhor, ele obteve a resposta que se encontra em 2Co 12.9-10 cuja a essência é: “a minha graça te basta”. Deus nos fortalece em nossas fraquezas.

Foi deste modo que o fraco Davi, pela graça de Deus, fortalecido pelo poder do Espírito Santo, venceu o gigante Golias. Meu amado irmão, você também será fortalecido por Deus para vencer os gigantes que se apresentam em sua vida. O Senhor é a sua força.

Nos momentos de angústia e de tristeza, quando a coisa parecia sem saída, quando os horizontes da vida estavam cinzentos, Davi se fortalecia em Deus. O Livro de Samuel relata um incidente na Cidade de Ziclague que fora saqueada e queimada pelos amalequitas, Davi ficou angustiado e o povo falava em apedrejá-lo, entretanto, ele se refugia e se fortalece em Deus (1Sm 30.6).

É no Senhor e por sua unção que somos fortalecidos.

Apelo

Quero convidar você para o altar. Aqui no altar você deixará a sua fraqueza nas mãos do Senhor e levará sobre si a sua graça e a unção que lhe fará forte para derrotar gigantes. Quem o guiará será o Senhor e não as circunstâncias da vida. Deus é contigo e o faz forte.

Rev. José Carlos Peres

Quem sou eu

Sou pastor da IM Tucuruvi. Sou apaixonado pelo que faço, por minha família e pela Igreja que pastoreio. Sei que sou vocacionado para o Ministério e me dedico a ele com todo o meu coração, porque amo a Deus.


PERFIL DO BISPO JOSÉ CARLOS PERES - NOVO BISPO DA IGREJA METODISTA

Foi difícil conter a emoção, quando por telefone, um de nossos colegas pastores na 3ª Região, que conseguira adaptar o computador à televisão e assistia à eleição dos bispos e bispas ao vivo, ligou-me durante a contagem de votos, pois ele também estava emocionado, e juntos partilhamos dos momentos finais quando JOSÉ CARLOS PERES obteve a quantidade de votos suficientes à eleição episcopal.


Todos os que com ele disputavam são Homens de Deus e almejavam o episcopado, cada qual na visão que o Pai lhes havia dado, oramos para que a Vontade de Deus prevalecesse, mas nosso “lado humano” também faz parte dos acontecimentos.

JOSÉ CARLOS PERES – se me permitam dizer, é um homem de oração, que passou (e ainda passa) momentos que só o Pai Celeste pode socorrer, e lembro-me dele, ultimamente, como Superitendente Distrital, ciente de que eu estava afastado para convalescença cirúrgica delicada, chegou de surpresa (agradável), fazendo-me afastar documentos da mesa, fechar livros de pesquisa, interromper raciocínios profissionais, sentou-se à minha frente para conversa agradável, bíblica, pastoral, pastoralmente comprometida com o desejo de “estar presente como pastor em minha vida”, tirou-me da sisudez, e por algumas horas, foi o pastor que eu precisava.

Às vezes nos esquecemos que um pastor precisa de outro “pastor” terreno: que ore com ele, tire suas atenções dos afazeres cotidianos, force-o a olhar para outros focos momentâneos, e o leve a ver que pastores não são super-homens ou super-mulheres, mas sim seres humanos carentes como as demais ovelhas. E ao término, dê-nos a Santa Ceia, exatamente como fazemos ao rebanho quando visitamos e estão adoentados e carentes....

Parabéns, meu pastor !!!

Esse é JOSÉ CARLOS PERES que conheço: UM PASTOR !!!

Não me lembro dele como “pastor político”, transitando pelos concílios à cata disso ou daquilo, mas conheço-o como “pastor”: que chora quando seu coração é tocado, que ora sempre que pode, que tem uma palavra bíblica simples, objetiva, sincera.... voz mansa, humilde, serviçal e submissa !!!

Um pastor que soube ser humilde e quando precisou, pediu orações...

Mesmo quando enfrentou dificuldades, não se pôs arrogante, senhor administrativo ou governante, mas procurou-me, côo fez a tantos outros, para “trocar idéias”, “aconselhar-se”, encontrar saídas com os mais experientes... E constrangeu muitos (até quem ele não sabe ou faz idéia), com sua forma de tratar biblicamente e com mansidão, que lhe fizeram oposição, deixando-os boquiabertos pela humildade como os tratou...

Esse é o JOSÉ CARLOS PERES que conheço: UM HOMEM COM CORAÇÃO DE PASTOR !!!

INTERESSANTE... Perto dele nunca senti “cheiro” de papel velho das bibliotecas, mas sempre senti o “cheiro de ovelha” – afinal, pastor que tem vocação tem o “cheiro das ovelhas” – que os “cabritos” não gostam...

Não esperem dele sermões com palavras rebuscadas, citações teológicas prontas, formulas mágicas com estudos bíblicos mirabolantes, informações científica inoportunas ou que para nada prestam a não ser para indicar “CULTURA INUTIL”, mas aguardem gestos simples de quem conhece o Poder de Deus e quer mais “Intimidade com o Senhor”...

Esperem dele um coração apaixonado, incendiado pela Presença do Senhor, amante da visão evangelística, disposição para alcançar objetivos santos...

JOSÉ CARLOS PERES vem para somar no Colégio Episcopal, e para ajudar a multiplicar os discípulos metodistas pelo Brasil...

Parabéns, meu pastor...

O Colégio Episcopal está mais afortunado com você, e nós, rebanho maior; e auxiliares no Reino, com todo o coração e certeza, nos sentimos mais enriquecidos.

O Senhor da Igreja é contigo.

Dino Ari Fernandes

CONCÍLIO GERAL - NOVOS BISPOS

 

Após oito horas de plenária no 19º Concílio Geral, a Igreja Metodista do Brasil elege os novos Bispos e Bispa para o próximo período eclesiástico.


Veja como foi a votação e quem são os oito Bispos e Bispa eleitos:

Primeiro escrutínio:
1 - Paulo Tarso de Olveira Lockmann – 126 votos
2 - João Carlos Lopes – 98 votos
3 - Adonias Pereira do Lago – 95 votos
4 - Marisa de Freitas Ferreira – 91 votos
5 - Roberto Alves de Souza – 91 votos

Segundo escrutínio:
6 - Luiz Vergílio Batista da Rosa – 99 votos

Terceiro escrutínio:
Não houve eleitos

Quarto escrutínio:
7 - Adolfo Evaristo de Souza – 91 votos

Quinto escrutínio:
Não houve eleitos

Sexto escrutínio:
Não houve eleitos

Sétimo escrutínio:
Não houve eleitos

Oitavo escrutínio:
8 - José Carlos Peres – 93 votos


As Regiões onde os Bispos e Bispa irão trabalhar serão definidas durante esta semana no 19º Concílio Geral.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

BISPO ADRIEL DE SOUZA MAIA ANUNCIA APOSENTADORIA E RECEBE TÍTULO DE BISPO EMÉRITO


Os delegados do 19º Concílio Geral se emocionaram hoje, 11, com o anúncio oficial da aposentadoria do Bispo Adriel de Souza Maia, da 3ª Região Eclesiástica. Durante a plenária, Bispos, Bispa e todos os presentes aplaudiram calorosamente o Bispo Adriel. Em seguida, a delegação da 3ª Região apresentou uma proposta de concessão de título de Bispo Emérito, que foi aprovada por unanimidade.


O Bispo Adriel agradeceu a homenagem e contou um pouco e sua trajetória pastoral e episcopal. “Estou muito feliz com este momento, mas meu ministério não termina aqui. Cargo a gente aposenta, ministério a gente não entrega”, disse. Usando as palavras do Apóstolo Paulo, o Bispo Adriel concluiu: “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé.”


Pode receber o título de Bispo Emérito, um Presbítero ou Presbítera que se aposenta no exercício do episcopado. É um título concedido como reconhecimento ao trabalho desenvolvido durante o ministério episcopal.

Durante o anúncio da proposta da 3ª Região Eclesiástica, foi lida uma carta como justificativa à aprovação do título Emérito. A leitura emocionou boa parte dos conciliares. Veja na íntegra:
“O Revmo Bispo Adriel de Souza Maia formou-se em Teologia pela Faculdade de Teologia da Igreja Metodista, em Rudge Ramos, São Bernardo do Campo (SP), no ano de 1973. Viveu o período conturbado que  culminou com o fechamento da Faculdade de Teologia. A sua, foi a primeira turma  a ingressar no curso após o fechamento da Faculdade em 1968.  Tem formação em Pedagogia com habilitação na área de Administração e Supervisão Escolar, além de Filosofia e Pós-Graduação em Administração.


No episcopado, serve à Igreja Metodista há mais de 25 anos. Foi eleito Bispo aos 34 anos, tornando-se o Bispo mais jovem da história do metodismo.  Nesse período ele ocupou a presidência da 4ª Região Eclesiástica (1982 a 1997) da Região Missionária do Nordeste – REMNE (1998 a 2001), e, atualmente, a presidência da 3ª Região Eclesiástica. Viveu a itinerância episcopal e contribuiu enormemente por onde passou.


Também ocupou durante seu ministério, a presidência do Colégio Episcopal; assumiu cargos representativos da igreja e ofereceu contribuição impar em cada um deles tanto no âmbito eclesiástico como nas esferas públicas. Por sua contribuição  recebeu em 2005, o título de Cidadão Paulistano oferecido pela Câmara Municipal de São Paulo.

Na presidência da 3ª Região Eclesiástica, com sua simplicidade e firmeza, conduziu com paz e harmonia a nossa Região. Foi o grande líder que propiciou alcançarmos a meta de nos tornarmos uma Região que tem como fonte da sua receita financeira exclusivamente as cotas orçamentárias das igrejas locais. Implementou projetos e criou o programa de revitalização de igrejas o qual oferece uma nova dinâmica e perspectivas de crescimento da Região e que resultou frutos positivos na recuperação de igrejas. A preocupação com a pastoral urbana levou à criação do espaço 24 horas, que busca responder ao anseio de fé de uma cidade como São Paulo, que funciona 24 horas por dia. Soma-se a isso o cuidado pastoral com as comunidades de fé, com pessoas e famílias.
Por tudo o que ele representou para a Igreja Nacional, para a face pública da igreja nas cidades por onde passou e no país e, de modo especial, pelo que ele representa hoje para todos os metodistas da 3ª Região Eclesiástica justificamos a presente proposta.”

Paulo Roberto Garcia
Valdecir Barreros

CRISTIANO VEROLA - Homem que perdeu égua no interior de SP - Morre em acidente de moto


Cristiano Verola, 28, o faxineiro que emocionou o Brasil no mês passado ao chorar, abraçado ao animal, a morte de uma égua de estimação, morreu na tarde deste domingo (10) num acidente em Altinópolis (370 km de São Paulo).

Segundo a Polícia Militar, Verola conduzia uma motocicleta e, num cruzamento de uma estrada de terra com uma vicinal, não conseguiu frear e bateu na lateral de um treminhão de cana. O rapaz morreu na hora. Um garoto de 13 anos que estava na garupa da moto fraturou uma das pernas.

O faxineiro e outros seis colegas andavam de motocicleta em estradas de terra entre plantações de cana. De acordo com a PM, Verola não possuía habilitação e a moto que ele conduzia não tinha documentação. “Com o choque, a cabeça dele foi decepada”, afirmou o soldado Luiz Antonio Pardinho, 39.

“Estamos muito abalados. É muita tragédia num pouco espaço de tempo”, declarou, por telefone, de um pronto-socorro de Serrana (313 km de São Paulo), Jesonita Maria da Conceição, madrasta de Cristiano. Ela passou mal com a notícia e precisou de cuidados médicos. Segundo ela, o rapaz andava muito feliz ultimamente porque havia ganhado de presente dois cavalos e uma carroça. Um dos animais foi doado pelo haras Lero Lero, durante o programa do Ratinho do último dia 28, do qual Cristiano participara.

De acordo com a madrasta de Cristiano, a tragédia pode estar relacionada com o mau estado de conservação da motocicleta que ele pilotava. “Era uma moto comprada em leilão de veículos do Detran. Não tinha segurança nenhuma. Ele costumava andar nessas estradas no meio de canaviais porque não tem fiscalização”, afirmou.

Verola perdeu a égua Estrela, que tinha 13 anos de idade, num acidente no dia 21 de junho. Duas semanas antes, ele perdera a mãe. No dia do acidente com a égua, o pai do faxineiro, Sebastião Verola, ia buscar comida para os porcos da família, numa carroça puxada pelo animal, e foi atingido por trás numa estrada perto de casa. Á égua sofreu fraturas nas patas traseiras e precisou ser sacrificada por uma veterinária. Sebastião ficou ferido, mas sem gravidade. “Ele está lá em casa desolado”, afirmou Jesonita.