sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

NOMEAÇÕES PASTORAIS (PARCIAIS) PARA 2011 - 1ª REGIÃO ECLESIÁSTICA

QUADRO DE NOMEAÇÕES PASTORAIS PARA O ANO DE 2011

De acordo com a Legislação Canônica em vigor, e atendendo as necessidades da Primeira Região Eclesiástica, faço, na qualidade de Bispo, as seguintes nomeações pastorais:

DISTRITO DE CABO FRIO

ARMAÇÃO DOS BÚZIOS
Vinícius dos Santos Correa, Aspirante ao Presbiterado, Ajudante, Tempo Integral (1)

BALNEÁRIO DAS CONCHAS
Rosângela Ferreira dos Santos, Aspirante ao Presbiterado, Ajudante, Tempo Parcial (1)

BETEL SÃO CRISTOVÃO
Isaac Batista Gomes Júnior, Aspirante ao Presbiterado, Ajudante, Tempo Integral (1)

DISTRITO DE CAMPO GRANDE

JARDIM DAMASCO
Oldemar Boechat de Moura, Aspirante ao Presbiterado, Ajudante, Tempo Parcial, (1)

DISTRITO DO CATETE

CAMPO MISSIONÁRIO DISTRITAL DA USINA
Sávio Pereira de Carvalho, Aspirante ao Presbiterado, Tempo Parcial, (1)

DISTRITO DE NITERÓI

CAMPO MISSIONÁRIO DISTRITAL DO INGÁ
Arthur Pereira da Silva, Aspirante ao Presbiterado, Tempo Parcial, (1)

DISTRITO DE NOVA IGUAÇU

RANCHO NOVO
Delson Goulart Lessa, Presbítero Ativo, Tempo Integral, (1)

DISTRITO DE PÁDUA

BOA NOVA
Herlo Romão de Oliveira, Presbítero Ativo, Tempo Integral, (2)

MONTE ALEGRE
Carlos Alberto Prado, Aspirante ao Presbiterado, Tempo Parcial, (1)

SANTO ANTONIO DE PÁDUA
Jonathan Eduardo Alves, Aspirante ao Presbiterado, Ajudante, Tempo Parcial (1)

DISTRITO DA PENHA

IRAJÁ
Jordania Modesto de Souza Magalhães Furtado, Pastora Ajudante, Tempo Parcial, (2)

DISTRITO DE REALENGO

BANGU
Selmo Cândido de Oliveira, Aspirante ao Presbiterado, Ajudante, Tempo Parcial (1)

MAGALHÃES BASTOS
Deusumar Alves de Lima, Aspirante ao Presbiterado, Ajudante, Tempo Parcial (1)

TAPIRANGA
Marcos de Lima Nagem, Aspirante ao Prebiterado, Tempo Parcial(1)

DISTRITO DE TERESÓPOLIS

CENTENÁRIO TERESÓPOLIS
Fernando Schmidt e Silva, Presbítero Ativo, Ajudante, Tempo Parcial, (1)

DISTRITO DE VALENÇA

VALENÇA
Antonio Carlos Espindola, Aspirante ao Presbiterado, Ajudante, Tempo Parcial, (1)

As nomeações acima, de Tempo Parcial, são sem ônus, o que não impede de a igreja aprovar uma ajuda de custo, despesas de viagens e expedientes pastorais.

Rio de Janeiro, 29 de dezembro de 2010

Bispo Paulo Tarso de Oliveira Lockmann

A partir do dia 8 de janeiro de 2011 haverá novas nomeações.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

MINISTROS DO GOVERNO DILMA ROUSSEFF

Confira o ministério de Dilma:



PT


Guido Mantega (Fazenda)
Alozio Mercadante (Ciência e Tecnologia)
Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral)
José Eduardo Cardozo (Justiça)
Antonio Palocci (Casa Civil)
Paulo Bernardo (Comunicações)
Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Indústria e Comércio)
Miriam Belchior (Planejamento)
Ideli Salvatti (Pesca)
Maria do Rosário (Direitos Humanos)
Fernando Haddad (Educação)
Alexandre Padilha (Saúde)
Luiza Bairros (Igualdade Racial)
Tereza Campelo (Desenvolvimento Social)
Luiz Sérgio (Secretaria de Relações Institucionais)
Iriny Lopes (Secretaria das Mulheres)
Afonso Florence (Desenvolvimento Agrário)

PMDB

Wagner Rossi (Agricultura)
Pedro Novais (Turismo)
Garibaldi Alves (Previdência)
Edson Lobão (Minas e Energia)
Moreira Franco (Secretaria de Assuntos Estratégicos)
Nelson Jobim (Defesa) - Cota pessoal


PR


Alfredo Nascimento (Transportes)


PDT


Carlos Lupi (Trabalho)


PP


Mário Negromonte (Cidades)


PC do B


Orlando Silva (Esporte)


PSB


Fernando Bezerra Coelho (Integração Nacional)
Leônidas Cristiano (Portos)

Sem filiação partidária


Alexandre Tombini (Banco Central)
Helena Chagas (Comunicação Social)
Antonio Patriota (Relações Exteriores)
Izabella Teixeira (Meio Ambiente)
Ana de Hollanda (Cultura)
Luís Inácio Lucena Adams (Advocacia-Geral da União)
Jorge Hage (Controladoria-Geral da União)
José Elito Carvalho Siqueira (Gabinete da Segurança Institucional)

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

DISTRITO DE BARRA MANSA REALIZA "CONCÍLIO DISTRITAL"

Aconteceu neste dia 11 de dezembro nas dependências da Igreja Metodista Central em Barra Mansa, o Concílio Distrital.

Veja o que é,como se dá a composição e a competência do Concilio; além dos resultados das eleições.

O Concílio Distrital, convocado e presidido pelo Superintendente Distrital, reúne-se, ordinariamente, uma vez por ano, e, extraordinariamente, quantas vezes forem necessárias (Cânones, Art.114)

Conforme artigo 115 dos Cânones, sobre a composição dos membros do Concílio. O Concílio Distrital compõe-se:

I – presbíteros/as ativos/as;
II- pastores/as com nomeação Episcopal;
III- delegados/as leigos/as eleitos/as pelas igrejas locais, na proporção de um/a para cada 200 membros, ou fração igual ou superior a 100(cem) membros, garantindo-se a representação mínima de um delegado/a e máxima de 4 (quatro) delegados/as para cada Igreja Local e campos missionários existentes no Distrito;
IV- um dirigente de cada grupo societário do Distrito;
V- aspirante à Ordem Presbiteral, com nomeação Episcopal;
VI- aspirante ao Ministério Pastoral, com nomeação Episcopal;
VII – presbíteros/as e pastores/as aposentados/as, residentes na Área Distrital, membros do respectivo Concílio Regional, sem direito a voto.

Da competência do Concílio Distrital

Art.116 – Compete ao Concílio Distrital

I – aprovar, acompanhar, fazer executar e avaliar o Plano Distrital de Ação Missionária à luz das ênfases e diretrizes do Plano para Vida e Missão da Igreja e Plano Nacional Missionário e nos termos estabelecidos pelo Concílio Regional.

II – Indicar e encaminhar ao/à Bispo/Bispa Presidente Regional lista tríplice para escolha do/a Superintendente Distrital.


RESULTADO DAS ELEIÇÕES DO CONCÍLIO DISTRITAL

CODIAM

Clérigos: Ananias Lúcio da Silva (Presidente) - Pr. Thiago - Pra. Rosângela - Pr. Dilmo
Leigos: Gecilda ( Ig. Metodista em V. Orlandélia) - Guilherme ( Ig. Metodista Central ) - Ladico ( Ig. Metodista em Vista Alegre) - Carmen ( Ig. Metodista em V. Orlandélia)

Lista Tríplice
Rev. Ananias Lúcio da Silva
Rev. Ednaldo Breves
Rev. Flávio J. Ferreira

Secretário Distrital de Estatística - Rev. Ednaldo Breves
Tesoureiro do Distrito - Leonardo Judice ( 1º- Tesoureiro) - Cícero ( 2º- Tesoureiro)
Secretária do Distrito - Leny Gil
Procuradores - Rev. Ednaldo Breves - José Guilherme

MINISTÉRIOS DISTRITAIS:

Ação Social: Fátima
Comunicação: Rev. Flávio JF
Criança: Geórgia ( Indicação do departamento Regional de Crianças)
Discipulado: Rev. Edison Teixeira
Ensino: Rev. João Teixeira
Expansão Missionária: Pra. Rosângela
Família: Pr. Júlio Alves
Música e Arte: Leandro Miranda
Oração: Reva. Bernadete Estevam
Terceira Idade: Maria das Graças

CONSELHEIROS DISTRITAIS PARA AS SOCIEDADES:

Jovens: Reva. Sandra Fidelis
Juvenis: Pr. Rosângela
Homens: Rev. Paulo Henrique
Mulheres: Reva. Sandra Barbosa
Crianças: Pr. Thiago
Terceira Idade: Reva. Bernadete Estevam

ATEISMO - CAMPANHA EM ÔNIBUS DIZENDO QUE "DEUS NÃO EXISTE" CHEGA AO BRASIL

A Atea (Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos) veicula a partir de hoje campanha publicitária para dizer que Deus pode não existir.

As peças de propaganda, com frases como "Religião não define caráter" e "A fé não dá respostas. Ela só impede perguntas", circularão em ônibus de Salvador e Porto Alegre por um mês.

"O prazo pode se estender, se tivermos doações", diz Daniel Sottomaior, da Atea.

A campanha teve início no Reino Unido em 2009 e se espalhou por outros países, com resultados distintos.

Nos EUA e na Espanha, a iniciativa deu certo, provocando a esperada polêmica. Na Itália, a veiculação foi proibida. Na Austrália, a companhia responsável por anúncios em ônibus se recusou a exibi-los.
Algo parecido aconteceu em São Paulo. Depois que conheceu o conteúdo dos anúncios, já após a assinatura do contrato, a empresa que os veicularia se negou a fazê-lo, alegando que a legislação proíbe temas religiosos. A Atea avalia a possibilidade de uma ação judicial.
Metade dos cerca de R$ 10 mil utilizados na campanha brasileira vem de pequenas doações e de recursos da própria instituição. A outra metade vem de um único doador paulista que prefere permanecer anônimo.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

A PROPRÓSITO DO DIA DA BÍBLIA - "A BÍBLIA E O CELULAR"

Já imaginou o que aconteceria se tratássemos a nossa Bíblia do jeito que tratamos o nosso celular?
E se sempre carregássemos a nossa Bíblia no bolso ou na bolsa?
E se déssemos uma olhada nela várias vezes ao dia?
E se voltássemos para apanhá-la quando a esquecemos em casa, no escritório... ?
E se a usássemos para enviar mensagens aos nossos amigos?
E se a tratássemos como se não pudéssemos viver sem ela?
E se a déssemos de presente às crianças?
E se a usássemos quando viajamos?
E se lançássemos mão dela em caso de emergência?

Ao contrário do celular, a Bíblia não fica sem sinal.

Ela "pega" em qualquer lugar.
Não é preciso se preocupar com a falta de crédito porque Jesus já pagou a conta e os créditos não têm fim.

E o melhor de tudo: não cai a ligação e a carga da bateria é para toda a vida. "Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto"! (Is. 55:6)

Um abraço...

Daniela Breves

AMPLIANDO O SEU PROJETO DE VIDA FAMÍLIA DEBAIXO DA GRAÇA

Mensagem do Pr. Josué Gonçalves

Texto base II Reis 6:1 -7

E disseram os filhos dos profetas a Eliseu: Eis que o lugar em que habitamos diante da tua face, nos é estreito.Vamos, pois, até ao Jordão e tomemos de lá, cada um de nós, uma viga, e façamo-nos ali um lugar para habitar. E disse ele: Ide.E disse um: Serve-te de ires com os teus servos. E disse: Eu irei.E foi com eles; e, chegando eles ao Jordão, cortaram madeira.E sucedeu que, derrubando um deles uma viga, o ferro caiu na água; e clamou, e disse: Ai, meu senhor! ele era emprestado.E disse o homem de Deus: Onde caiu? E mostrando-lhe ele o lugar, cortou um pau, e o lançou ali, e fez flutuar o ferro.E disse: Levanta-o. Então ele estendeu a sua mão e o tomou.

Nestes últimos dias há uma unção profética sobre as igrejas brasileiras

Não basta apenas estar trazendo um conteúdo com uma análise exegética respeitando todos os pontos da hermenêutica, da homilética, sem que haja uma tônica profética.

Como é bom ouvir DEUS falar conosco.

Às vezes nós ouvimos DEUS falar tão claramente que só falta agente gritar: DIZ O MEU NOME AGORA!

DEUS fala conosco como se só agente fosse o alvo daquela mensagem.

Para alguns, DEUS fala de um jeito, para outros, DEUS fala de outro, sonrizal, bezetacil e cirurgia no caráter, por que está no estado de apodrecimento, com câncer maligno e só uma internação cirúrgica pode curar e você vai sair daqui curado.

1° O lar é a unidade básica da sociedade
2° O casal é a espinha dorsal da família
3° A modernidade é o fator central da vida humana hoje por um lado representa a grande conquista e avanço na área de saúde, ciência, alta tecnologia, como rápido e constante processo de desumanização onde o homem e a mulher perdem a cada dia a sua identidade.

Objetivamente no campo social a família tem reduzido sua condição de paradigma sociológico e referência social.

A modernidade conseguiu fragmentar, polarizar os elementos constitutivos da família, tais como: afinidade, lealdade, felicidade, relações profundas, fidelidade, lealdade, ambiente gerador e formador de valores morais, éticos e religiosos.

A família tem se deslocado do centro da sociedade o que DEUS pensava sobre tudo isso quando olha para o seu plano original.

No plano original de DEUS, a família precisa ser um ninho onde o afeto seja desenvolvido sadiamente.

A família precisa ser uma escola onde se aprende as condutas e costumes apropriados.

A família precisa ser uma oficina onde se constrói o caráter segundo os princípios inegociáveis da palavra.

A família precisa ser um lugar de transformação e nunca de deformação.

A família precisa ser um lugar terapêutico e nunca patológico.

A família precisa ser um lugar nutritivo e nunca tóxico.

E a pergunta que é necessária a fazer é a seguinte: Porque muitas famílias são disfuncionais mesmo aquelas que se dizem evangélicas? Por que muitos lares se parecem mais como um campo de guerra como Iraque e Paquistão, do que um Édem, de partir alegria e amor?

Por que alguns casais estão construindo um campo de concentração em vez de um lugar onde reina o prazer, a alegria, a felicidade e a paz.

Como reverter isso? Como mudar essas coisas? Como melhorar?

1° Como estão os projetos de crescimento, ampliação?

2° Todas as mudanças é precedida de uma atitude.

3° Quando os canais de comunicação estão bloqueados, onde há silêncio há crise e o silencio causa estranheza nos conhecidos.

O silêncio afasta o próximo.
O silêncio propaga a suspensão.

4° Quando os conflitos com a família de origem se propagam num processo de descasamento

Quando um vinho vai virando vinagre, o homem vira vinagre, filhos vinagrinhos e a esposa vinagrete.

Das duas uma, ou você está se casando a cada dia um pouco mais ou está num processo de descasamento.

O homem compra um carro para ela, não porque a quer bem, e sim porque a quer bem longe, é ai que o grau de irritabilidade está além do tolerável, é quando os pequenos motivos provocam grandes conflitos.

Ilustração:

Um rapaz queria saber como se descobria o caminho do coração de uma mulher. Então o sábio que morava em um penhasco, estava sentado a beira, e o rapaz veio à ele e começaram a conversar:

_ Siga as instruções que eu te passar e acharás o caminho do coração de uma mulher, porém lembre-se que neste caminho existem muitas coisas perigosas como serpentes e feras a beira do princípio, mas siga os meus conselhos.

1. Não resolva tudo com ignorância

2. Não cuspa no chão

3. Escove os dentes

4. Não coce o ... na frente dela

5. Dê-lhe flores e muitos presentes

6. Só dê presente caro

7. Levante a tampa do vaso antes de urinar

8. Lembre-se de abaixá-la depois

9. Lave as mãos ao sair do banheiro

10. Não mastigue de boca aberta

11. Não arrote alto, ou melhor, não arrote!

12. Não solte gazes debaixo do cobertor

13. Não palite os dentes em público

14. Dê descarga depois de ...

15. Corte as unhas

16. Não fale mal da mãe dela

17. Ame a mãe dela

18. Use um desodorante que preste

19. Não fale palavrão

20. Ria sempre das piadas dela

21. Não seja engraçadinho com os outros

22. Não tenha ciúmes dela

23. Deixe ela ter ciúmes de você quando ela quiser

24. Não fique barrigudo, não engorde

25. Não deixe de tomar banho

26. Não molhe o banheiro

27. Não deixe a toalha jogada

28. Não sente na mesa

29. Não diga que a mulher não sabe dirigir

30. Guarde essas coisas pra você

31. Não chegue tarde em casa

32. Não saia, a não ser para trabalhar

33. Volte correndo

34. Não fique até mais tarde com os seus amigos

35. Não tenha amigos e nem pense em arrumá-los

36. Não seja pão duro

37. Tenha pelo menos dois ou três cartões de crédito

38. Não olhe para outras mulheres

39. Diga eu te amo pelo menos 24 X por dia

40. Lave a louça, arrume a cama

41. Ligue para ela de qualquer lugar

42. Deixe-a comprar roupas e sapatos e vá junto com ela no Shopping Center e ande o dia inteiro

43. Não fale das ex-namoradas

44. Aprenda a cozinhar

45. Não seja áspero, seja delicado

46. Deixe-a conversar durante horas ao telefone

47. Não ronque, não goste de futebol

48. Faça a barba todos os dias para não arranhá-la

49. Apaixone-se pelos presentes dela, até os chatos

50. Trabalhe e ganhe muito dinheiro para poder dar tudo para ela

51. Diga a todo o momento que ela é a mulher mais linda que você já viu

52. Elogie sempre que ela colocar uma roupa

53. Repare quando ela arrumar o cabelo

54. Diga sempre que ficou lindo

55. E o mais importante meu filho, FILHOOOOO ... ESPEEEEREEEE

Ele pulou do penhasco, se jogou e suicidou-se!

Quando é que a relação está estreita demais? Quando se instala uma coisa fria, não brigam, mas não se abrem, não há intimidade. Quando o dinheiro é o motivo dos intermináveis conflitos, quando o espírito de acusação passa a dominar o relacionamento. O diabo acusador, um sendo o diabo do outro. Quando a freqüência do ato sexual do casal esparsa, é uma no verão e outra no outono, e terminam dizendo: seu eu precisasse disso eu não viveria bem sem isso. Nem o Viagra resolve o problema, porque o grande problema hoje não é se não funciona, é que não há desejo, vontade ou tempo. Quando aquilo que atrai o cônjuge já não atrai mais. Porque o 1° estágio de casamento é maravilhoso, é o estágio da idealização, é onde se projeta no outro o sonho e não se vive o real.

O primeiro momento é o da projeção do que se idealizou a projeção do sonho.

A não idealização é o segundo momento.

Ela projeta a nele o príncipe azul, com coração novo e ele à princesa, e no começo tudo é maravilhoso e a grande tensão do casamento não é quando se deita é quando se acorda.

Quando se deita, sobrou um pouquinho da produção, agora quando se acorda só a graça: descabelada, roncando e babando e ele da mesma forma; interessante que no inicio até a baba era motivo para a construção de poemas.

... Baba minha babadinha tua baba!!!

Até o ronco dele soava como música:

Ronca amado meu!!! ...

No primeiro momento se canta um único hino: “Já achei uma flor gloriosa” e o duro é o segundo momento: “Oh! Quão cego andei e perdido ...”.

No primeiro momento, um fala e o outro ouve, no segundo momento os dois falam e os vizinhos ouvem.

No primeiro ele diz a minha erótica no segundo diz sai pra lá neurótica. Aquilo que atraia já não atrai mais e ai o casal ta fazendo trinta anos de casado.

Ilustração: Fada Com Varinha de Condão

Um casal estava fazendo trinta anos de casado e aparece uma boa fada madrinha pedindo a eles para fazerem um pedido. Ela pede duas passagens para irem a uma viagem pelos lugares mais belos do mundo, no entanto ele pede uma mulher trinta anos mais nova, os dois tinha sessenta anos. A fada o deixa com noventa anos e ela com os mesmos sessenta. Ele não gostou e disse: Só podia ser mulher!

O que atraia, não atrai mais. Quando a familiaridade faz com que o casal relaxe demais. Quando o respeito entre os dois já não é levado a sério e o homem diz: Ela é linda, mas é burra.

Um dia essa mulher acordou e disse: Hoje eu entendi o porquê Deus me fez linda e burra. Linda para você me escolher e burra para eu escolher você.

Quando a familiaridade faz com que o casal relaxe em muitas coisas, diga: A minha casa é o meu ninho, é o meu santuário, tem que ser o melhor lugar do mundo.

Fico preocupado com algumas esposas que até o noivado eram excêntricas, carinhosas, cuidadosas, e depois que se casam disseram: ta amarrado; e acham isso legal. É bem prático pra todos entenderem.

Algumas mulheres por causa da familiaridade perderam o senso de cuidado até consigo mesma, aí a casa que deveria ser um santuário emocional, vira um lugar aonde a poluição visual rouba a graça, o brilho e a glória e não há mais clima.

Têm algumas que nem os cabelos em casa arrumam mais, ajunta e diz: Ta amarrado! Pegam uma camiseta com a fotografia do Lula, calça de moletom rasgada, uma meia preta e outra bege (do esposo é claro), um chinelo havaianas, e o pior de tudo é o que o esposo senta no sofá e ela fica desfilando na frente dele e a única coisa que ele pode fazer é a oração de Elias, manda fogo Senhor.

Algumas mulheres não entendem o porque que o marido faz horas extras, é apaixonado pelo trabalho e quando chega, dorme. Essas coisas não aparecem no livro de cantares. Não deixe que o relaxo roube a glória do seu casamento ou o brilho da sua relação.

Algumas camisetas de guerra, devem ser queimadas, jogadas fora, principalmente o par de meias furadas.

Quando não há equilíbrio entre individualidade e mutualidade?

Individualidade é respeito consigo mesmo, mutualidade é respeito com o próximo.

Precisamos acabar com essa mentalidade de casamento é a chamada para o encarceramento ou aprisionamento, a morte da individualidade. Não! O ferro não deixa de ser ferro quando conectado a madeira. Apesar da conexão, ligação! É uma busca por um resultado melhor, por isso o casamento não é uma chamada para total da individualidade e sim liberdade com responsabilidade. É amor. Faça tudo o que você gosta sem transgredir princípios e ferir o cônjuge. Isso é casamento, um espaço para crescimento.

Quando as queixas sobre o outro vaza para fora da vida privada e se tornam públicas, quando começa a deixar cheiro de uma relação estragada, quando se confidencia um problema do casamento com pessoas erradas, por exemplo: a secretária ou então ao supervisor, quando se começa a falar para pessoas erradas o que está acontecendo no seu lar, quando os dois começam a mostrar poder de competição, quando as cobranças são intermináveis, quando outras pessoas começam a se tornar atraentes, provocando constantes pensamentos de adultério e infidelidade, como a mulher de Potifar, tudo começa com um olhar, ou caiu porque parou onde não deveria ter parado, ou viu quem não tinha nada de Deus pra dizer e fixou os olhos naquilo que Deus havia dito que iria te matar.

Onde você está parando?

Quais sites da internet que você está parando?

Que locadora que você está parando (filme pornô)?

Qual é a casa onde você está parando para construir uma relação extraconjugal quebrando alianças que terá elos eternos?

Com quem você está negociando algo que é inegociável vendendo a sua própria alma como o rei Acabe?

Quando outras pessoas começam a chamar a minha atenção gerando em minha mente constantes pensamentos de infidelidade, eis aí um sinal de perigo e quem têm ouvidos ouça o que o Espírito de Deus diz às igrejas.

Deus vai quebrar cadeias, revelar arapucas, cortar laços e desfazer ciladas!

Oração

Não brinque com o pecado.

Com o diabo não se brinca.

Quando o que estou recebendo está além do que eu preciso.

Quando a alma está faminta e todo o amargo é doce. (A alma farta pisa o favo de mel, mas para a alma faminta todo amargo é doce. Provérbios 27:7)

É um perigo você deixar o seu cônjuge sair de casa passando fome.

Nós podemos facilitar ou dificultar a ação do diabo na nossa vida conjugal. Para dificultar esta tal ação, saiba que:

Você deve satisfazer as necessidades da alma do seu cônjuge.

O homem precisa de sexo.

A mulher quer beijo, carinho, abraço e afago.

A mulher é a arca construída por Deus para salvar o homem do temporal do mundo.

sábado, 4 de dezembro de 2010

Igreja confirma saída do meia Kaká e sua mulher da Renascer


O jogador do Real Kaká e a mulher Caroline Celico não são mais seguidores da Igreja Renascer

Kaká e sua esposa Caroline Celico não são mais seguidores da Renascer. A Igreja confirmou neste sábado o desligamento do casal, mas não revelou o motivo. Na última sexta-feira, os dois receberam a última bênção como fiéis.

De acordo com a assessoria de imprensa da Renascer, eles continuam amigos e não houve briga ou qualquer desentendimento entre o jogador do Real Madrid e o casal fundador Estevam e Sonia Hernandes.

Em outubro, a coluna Zapping já trazia a informação de que os dois se distanciaram da Igreja e estariam prestes a sair por descontentamento com a administração.

De acordo com a publicação, em agosto, uma parte do teto da sede da Renascer na Mooca (zona leste) desabou e Kaká teria consultado um perito e constatado a negligência. Em janeiro de 2009, o teto de um templo no Cambuci (zona sul) também caiu, dessa vez com vítimas fatais, sendo nove mortos e 106 feridos.

Estevam e Sonia Hernandes causaram polêmica por se envolverem em problemas com a Justiça. Em dezembro do ano passado, a Justiça Federal condenou o casal a quatro anos de reclusão por evasão de divisas.

O crime havia acontecido ainda em 2007 quando os dois foram detidos no aeroporto de Miami com US$ 56,4 mil escondidos na bagagem, incluindo uma bíblia. Em seguida, eles foram condenados pela Justiça Americana por dois crimes: contrabando de dinheiro e conspiração para contrabando de dinheiro.

FONTE: http://esporte.uol.com.br/

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

MPF QUER QUE BAND SE RETRATE POR OFENSAS DE DATENA CONTRA ATEUS


O MPF (Ministério Público Federal) entrou com ação civil pública da Justiça para obrigar a TV Bandeirantes a exibir durante o programa Brasil Urgente uma retratação pelas declarações ofensivas do apresentador José Luiz Datena contra os ateus.

Durante a exibição de uma reportagem, no dia 27 de julho, Datena e o repórter Márcio Campos relacionaram o crime com pessoas que não acreditam em Deus. “...porque o sujeito que é ateu, na minha modesta opinião, não tem limites, é por isso que a gente vê esses crimes aí”.

Além disso, o apresentador atribuiu os males do mundo aos ateus. “É por isso que o mundo está essa porcaria. Guerra, peste, fome e tudo mais, entendeu? São os caras do mal. Se bem que tem ateu que não é do mal, mas, é ..., o sujeito que não respeita os limites de Deus, é porque não sei, não respeita limite nenhum”, disse.

Em todo o tempo em que a matéria ficou no ar, o apresentador associava aos ateus a ideia de que só quem não acreditava em Deus poderia ser capaz de cometer crimes. Datena ainda debochou dos telespectadores que assistiam ao programa: “Quem é ateu pode desligar a televisão, ou mudar de canal pois eu não faço questão nenhuma de que assistam o meu programa”.

O programa ainda realizou uma pesquisa interativa para saber a opinião da audiência sobre a relação entre violência e ateísmo. Diante de um grande de ligações que não concordavam com a tese do apresentador, Datena disse: “Muitos bandidos devem estar votando do outro lado".

Para o Procurador Regional dos Direitos do Cidadão Jefferson Aparecido Dias, autor da ação, ao veicular as declarações preconceituosas contra pessoas que não compartilham o mesmo modo de pensar do apresentador, a emissora descumpriu a finalidade educativa e informativa, com respeito aos valores éticos e sociais da pessoa, prestou um desserviço para a comunicação social, uma vez que encoraja a atuação de grupos radicais de perseguição de minorias, podendo, inclusive, aumentar a intolerância e a violência contra os ateus.

“Evidentemente, houve atitudes extremamente preconceituosas uma vez que as declarações do apresentador e do repórter ofenderam a honra e a imagem das pessoas ateias. O apresentador e o repórter ironizaram, inferiorizaram, imputaram crimes, 'responsabilizaram' os ateus por todas as 'desgraças do mundo'”, afirma o procurador.

O procurador ainda ressalta que todos têm direito a receber informações verídicas, não importando raça, credo ou convicção político-filosófica, tendo em vista que grande parte da sociedade forma suas convicções com base nas informações veiculadas em programas de rádio e televisão.

Pedidos

Na ação, o MPF pede ainda que a emissora apresente um quadro com esclarecimentos à população sobre a diversidade religiosa e da liberdade de consciência e de crença no Brasil, com duração de no mínimo o dobro do tempo usado para exibição das mensagens ofensivas. Segundo o MPF, Datena criticou os ateus durante mais de 50 minutos.

A Procuradoria quer ainda que a União, através da Secretaria de Comunicação Eletrônica do Ministério das Comunicações, seja obrigada a fiscalizar o programa.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Catedral Metodista é palco de dia histórico para a Igreja Evangélica do Brasil

Cerca de 230 pessoas estiveram presentes na organização da fundação da Aliança Cristã Evangélica em dia histórico para todos os evangélicos do Brasil. Foto: Diana Gilli

São Paulo - Foi fundada formalmente nesta terça-feira, 30/11, a Aliança Cristã Evangélica Brasileira. A organização, uma parceria de igrejas e organizações tem “como missão congregar seguidores do Senhor e Salvador Jesus Cristo como expressão da unidade da igreja.” Cerca de 230 pessoas estiveram reunidas ontem na Catedral Metodista da cidade de São Paulo participando de todo o processo.

Assim como foi aprovado durante a Plenária, a Aliança terá início como um movimento.Segundo seus fundadores, o movimento "Encontrão" abraçará a Aliança como pessoa jurídica durante três anos até que a mesma possa caminhar sozinha.

Ontem, também foram eleitos os membros que farão parte do Conselho Geral da Aliança. Entre eles, está o bispo Nelson Leite, da Igreja Metodista.

Veja a seguir a lista completa de nomes.

Christian Gillis
Fabrício Cunha
Oswaldo Prado
Valdir Steuernagel
Maria Luiza Targino
Araújo de Carlos de Queiroz
José Carlos da Silva
Juarez Marcondes F.
Lyndon Santos
Nelson Leite
Sergio Ribeiro
Walter McAlister

Recentemente, no Terceiro Congresso Lausanne de Evangelização Mundial, realizado na Cidade do Cabo, na áfrica do Sul, a proposta de criação da Aliança foi apresentada. No Congresso, um breve histórico foi mostrado e também uma Carta de Princípios e Diretrizes para a nova Aliança Evangélica.

A carta atribui que Aliança “congrega denominações, Igrejas, redes, associações, organizações, ministérios e movimentos que se identificam e compactuam com suas crenças, valores e princípios baseados no credo apostólico.” E afirma também o “seu compromisso a partir da realidade brasileira, onde quer viver em obediência a Deus e a serviço da sua igreja.”

O processo de criação da carta foi através de várias reuniões e emails com sugestões de propostas, chegando a uma versão final em uma reunião em São Paulo. Esta posteriormente foi divulgada a partir do início de outubro, para receber as contribuições da liderança evangélica brasileira.

Por Diana Gilli

10 MOTIVOS PARA CELEBRARMOS O NATAL DE JESUS CRISTO



Diante de tantos pensamentos diferentes publicados na Internet acerca do natal, gostaria de refletir sobre ...

10 MOTIVOS PARA CELEBRARMOS O NATAL DE JESUS CRISTO

1 – Porque a Bíblia, em nenhuma parte, proíbe a celebração do nascimento de Jesus Cristo.

2 – Porque, pelo fato de ninguém saber a data correta do nascimento de Jesus, a data foi estipulada em 25 de dezembro. Se não fosse esta data a escolhida, poderia ser qualquer outra. Então em pergunto: Se ninguém sabe a data correta, qual o problema de comemorarmos no dia 25 de dezembro?

3 – A Bíblia diz: “Quero trazer a memória o que me pode trazer esperança” (Lamentações de Jeremias 3:21) É melhor recordar o nascimento de Jesus, expressão maior do amor de Deus, que deu seu filho unigênito para que todo aquele que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna, que entregar, em breve, esta data para celebração de Maitreya, o avatar da Era de Aquário. Já perceberam que no dia 31 de outubro, dia da comemoração da Reforma Protestante, a maioria das Igrejas Evangélicas deixaram de recordar e muitas nem sabem o que significa, tem sido ocupado para a comemoração da festa de halloween?

4 – Se o natal tem tido desvios na sua maneira de celebrar, onde está a voz profética da Igreja para ensinar o povo que a vinda de Jesus ao mundo teve outro objetivo? Não seria este momento, onde a família se reúne, uma ótima oportunidade para o evangelismo comprometido?

5 – Porque, apesar do apelo comercial, posso me educar e ensinar minha família a ter domínio próprio e vivermos conforme as nossas posses.

6 - Porque a criação desta festividade foi a destronização do deus sol, para dar lugar ao verdadeiro sol da Justiça, que é o nosso amado Senhor e Salvador Jesus Cristo.

7 – Esta festa é um ótimo momento para glorificarmos a Jesus Cristo com nossa família, amigos e Igreja. Num tempo de tanta correria e atropelos, o Natal é um momento especial para buscarmos comunhão, reconciliação ou simplesmente estarmos juntos.

8 – Porque os adereços (enfeites) de natal, excluída a figura de papai noel e outras que destoam dos ensinos bíblicos, alegram qualquer ambiente e nos fazem rememorar a primeira noite de natal.

9 – O natal de Jesus nos dá uma excelente oportunidade para ensinarmos sobre a sua segunda vinda, assunto que anda muito esquecido nestes tempos de teologia da prosperidade.

10 – É interessante que a festa de natal traz em seu bojo um clima de muita alegria. É lógico que é também um momento de reflexão e saudade de pessoas que nos deixaram e deixaram um espaço vazio na mesa. Por isso, natal é, também, tempo de abraço, consolo, cura e de esperança.

COMEMORE O NATAL COM TODA INTENSIDADE!

Aproveite para orar junto com seus queridos.

Aproveite para presentear o aniversariante com a sua vida.

Dê graças pelo grande amor do Pai por todos nós.


Feliz Natal
Rev. Ednaldo Breves

terça-feira, 30 de novembro de 2010

SUELLEN MENDES LOBATO, FILHA DO PASTOR JOAB PINHEIRO LOBATO, FALECE APÓS 40 DIAS NO CTI


Morreu ontem, no Hospital Municipal de Governador Valadares, em Minas Gerais, Suellen Mendes Lobato, de 20 anos. Ela era filha do pastor Joab Pinheiro Lobato. Ele, a mulher Ana Lúcia e o filho Joás, de 15 anos, morreram no dia 19 de outubro num acidente de carro na BR-116 (Rio-Bahia), em Engenheiro Caldas, cidade próxima a Governador Valadares. Desde então, Suellen permanecia internada, mas ontem sofreu uma parada cardíaca.


O corpo de Suellen chegou a Barra Mansa hoje de manhã e está sendo velado na capela 4 do Cemitério Municipal de Barra Mansa. O enterro, no entanto, está marcado para 15 horas no Cemitério Parque São Francisco. Antes, será celebrado um culto, ainda na capela do cemiterio municipal, a partir das 14 horas.

Além da jovem, ficou ferido outro filho do pastor, Jean, gêmeo de Joás. A família vinha de Juazeiro do Norte (CE) para Barra Mansa quando, no km 458 da rodovia, o veículo em que eles viajavam, um Tucson, foi atingido por um caminhão carregado de verduras cujo motorista perdeu a direção e invadiu a pista contrária.

Além do carro da família do pastor, um outro veículo de passeio foi atingido, mas seus ocupantes, assim como o do caminhão, tiveram apenas ferimentos leves. O carro em que o pastor estava com a família era dirigido por Dirceu Garbeiro, de 41 anos, que também foi atendido no hospital de Valadares, mas foi liberado dois dias após acidente.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

OLHANDO PARA FRENTE, PARA O ALVO!!!!

Mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo pelo prêmio da vocação celestial que Deus nos chama a receber. Fl 3:13-14

Neste final de ano de 2010, gostaria agradecer a Deus por sua fidelidade para com a nossa amada Igreja Metodista no bairro São Pedro.

Em segundo lugar, gostaria de falar a todos os líderes, membros e visitantes assíduos de nossa Igreja.

O que quero dizer é: Muito Obrigado pela vida, pela fidelidade, pelo empenho de cada um de vocês!

Gostaria de lembrar-vos que Deus tem contemplado a vida de todos, e, que, certamente, Deus recompensará cada um de vocês com a bênção da salvação, da saúde, da alegria e da prosperidade.

Desde que cheguei nesta Igreja, em Janeiro de 1998, Deus colocou um alvo em nossos corações: Uma Igreja grande, sem perder a unidade, o calor, a receptividade; Uma Igreja cheia do Espírito Santo, avivada, um celeiro de bons obreiros(as); Uma Igreja fiel ao Evangelho genuinamente Bíblico, conduzida com muita honestidade, transparência, seriedade e unção de Deus.

De lá para cá, fico maravilhado com tudo o que Deus fez e continua fazendo em nosso meio

Confesso que, às vezes, fico admirado com a dinâmica de Deus em nosso meio. O Deus da Igreja faz nascer, leva para junto de si, leva pessoas para outros lugares, trás pessoas de outros lugares e quando o inimigo sugestiona que a Igreja vai ser derrotada, vem o renovo de Deus e, assim, como a primavera vem depois do inverno, trazendo suas folhas verdes e suas belas flores, eis que Deus nos surpreende com uma Igreja, cada dia, mais leve, mais agradável, mais amiga, mais ativa e mais abençoada!

2011 está chegando, e, sinceramente, minha fé e tranqüilidade em relação ao novo ano é muito grande! Deus tem provado que está conosco e, continuará conosco. Estamos no caminho certo!

Feliz Natal e um 2011 repleto de vitórias a todos vocês!!!

Rev. Ednaldo Breves e Família

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

GUNNAR VINGREN - UM POUCO DE HISTÓRIA

Quem foi Gunnar Vingren, pioneiro no movimento pentecostal

Nasceu no dia 8 de agosto de 1897, na cidade de Ostra Husby, Suécia. Seu pai era jardineiro, profissão que Vingren seguiu até aos 19 anos. Foi criado num genuíno lar cristão. Substituindo seu pai na Escola Dominical, aos 18 anos, o Espírito Santo falou ao seu coração de que seria um missionário.

Seu Preparo

Em 1898, Vingren teve oportunidade de participar de uma Escola Bíblica. Ao final daquele mês de estudos começou o trabalho missionário no interior de seu país. Em 1903, viajou para os Estados Unidos ingressando no Seminário Teológico Batista em Chicago. Em 1909, Deus o encheu de uma grande sede quanto a buscar o batismo no Espírito Santo, o que não tardou a receber. Ao pregar esta verdade à igreja que pastoreava, começaram os problemas; a igreja se dividiu entre os que acreditavam e os que não acreditavam na sua pregação. Dirigiu-se, então, para South Bend, Indiana, onde a igreja recebeu com alegria as Boas Novas, tornando-se uma igreja pentecostal com 20 batizados no Espírito Santo no primeiro verão.

Sua Chamada Para o Brasil

Numa reunião de oração foi revelado, a um dos irmãos presentes, que Gunnar Vingren serviria ao Senhor no Pará. Descobriu-se mais tarde que se tratava de um estado no norte do Brasil. Numa outra reunião de oração, Daniel Berg, seu futuro companheiro, que conhecera numa conferência em Chicago, foi chamado para acompanhá-lo ao Brasil. Depois disto, não demorou muito para que a ida ao campo se tornasse uma realidade. Seus últimos dias na América foram de provas; um atestado de que Deus era quem os chamava para o grande trabalho missionário. Finalmente, no dia 5 de novembro de 1910, partiram do porto de Nova Iorque com destino a Belém do Pará

Adaptação ao Campo

No dia 19 de novembro desembarcaram em terras brasileiras. Com certa dificuldade, sobretudo porque não falavam a língua nativa, chegaram até à casa de um pastor batista que lhes ofereceu hospedagem no interior de um corredor escuro, sem janelas, no porão da casa. Para aprenderem o português, Daniel trabalhava numa fundição durante o dia, enquanto Gunnar estudava; e, à noite, Gunnar compartilhava o que tinha aprendido. Apesar da pobreza, da simplicidade da alimentação, das doenças, do calor e dos mosquitos, a chama do Evangelho enchia seus corações cada vez mais de alegria, atenuando assim o sofrimento.

Primeira Assembléia de Deus

Depois de seis meses, Vingren foi convidado para dirigir um culto de oração. Aproveitou a oportunidade para ensinar acerca das operações do Espírito Santo e da cura divina. Durante aquela semana, nas reuniões de oração nos lares, o Senhor curou a senhora Celina Albuquerque de uma doença incurável e dias depois a batizou com Espírito Santo, sendo então, a primeira pessoa brasileira a receber a promessa. Na semana seguinte, o pastor da igreja entrou de surpresa num daqueles cultos. Depois de declarar várias acusações, insinuando que eles ensinavam falsas doutrinas, provocou uma divisão na igreja resultando na exclusão dos missionários e mais dezoito membros que os apoiaram. Então, em 18 de junho de 1911, os chamados "excluidos da Igreja Batista" formaram a primeira Assembléia de Deus.

Avanço da Obra

O trabalho missionário não se deteve. Avançando de cidade em cidade, o Evangelho era pregado e os milagres aconteciam. Sofriam muitas perseguições, sobretudo pelos católicos que eram ensinados que a Bíblia dos protestantes era falsa, e, se alguém a lesse seria conduzido ao inferno. Apesar das dificuldades, por onde passavam, o Senhor curava, salvava, batizava com o Espírito Santo e manifestava seu poder através dos seus dons, sinais e maravilhas. Dessa forma, o número de crentes crescia a cada dia. Contemplavam, também, o fim daqueles que se levantavam contra a obra, pois era o próprio Deus quem lhes dava a recompensa. Nos primeiros quatro anos de trabalho foram 384 pessoas batizadas nas águas e 276 no Espírito Santo, na igreja de Belém do Pará. Depois de cinco anos em terras brasileiras Vingren foi à Suécia, onde, por três meses pôde compartilhar as maravilhas que Deus operara no Brasil. Pouco antes de seu regresso, encontrou-se com a enfermeira chamada Frida Strandberg que também tinha chamada missionária para o Brasil. Mais tarde, eles se casaram em Belém do Pará. No desejo de que todo o Brasil recebesse a mensagem, foram enviados missionários a Alagoas e Pernambuco. Gunnar Vingren com sua família foram para o sul, passando pelo Rio de Janeiro, depois Santa Catarina e outras cidades no estado de São Paulo. Após outra série de viagens, Gunnar voltou alguns anos depois para residir permanentemente no Rio de Janeiro. Assim como no Pará, a obra pentecostal no Rio de Janeiro crescia exponencialmente. Vingren participava ali da edição do jornal "Mensageiros da Paz", além de seu trabalho como pastor e evangelista. De 5 a 10 de setembro de 1930 houve uma importante Conferência Nacional dos obreiros pentecostais em Natal; a principal decisão foi a de que a obra missionária na região norte estaria sendo dirigida exclusivamente por obreiros nacionais. Os anos seguintes foram de grande expansão da obra, sobretudo no Rio de Janeiro. No dia 15 de agosto de 1932, o pastor Gunnar Vingren e sua família despediam-se da igreja do Rio de Janeiro e do Brasil voltando à Suécia.

Seus Últimos Dias

Gunnar Vingren, no tempo que viveu no Brasil, apresentou alguns problemas de saúde que se agravaram depois que retornou à Suécia. No dia 29 de junho de 1933 ele entrou no descanso eterno. Sua esposa, através de uma carta enviada ao Brasil, descreveu detalhadamente a paz, a confiança e o consolo estampados no semblante de Gunnar no seu momento último.

Família Vingren, uma existência para a glória de Deus.

Fonte: Texto Amauri Galvão

DANIEL BERG - UM POUCO DE HISTÓRIA


Daniel Berg nasceu em Vargon, na Suécia em 1885, num lar genuinamente cristão. Logo aos 17 anos, fez sua primeira viagem para os Estados Unidos, em 1902; isto porque a Suécia passava por uma crise financeira muito séria. Ao final de oito anos voltou de passagem à Suécia.

Nesta ocasião ao visitar a casa de seu melhor amigo, soube que ele era agora um pregador do Evangelho numa cidade próxima. Ao visitá-lo, em sua igreja, ouviu pela primeira vez sobre o batismo no Espírito Santo. Depois do culto, conversaram bastante sobre esta doutrina o que fez com que Daniel Berg saísse dali convicto, e buscando o seu batismo no Espírito Santo. Ainda no caminho de volta para a América ele recebeu o batismo e decidiu-se definitivamente dedicar sua vida ao Senhor.

Sua Chamada

Durante uma conferência em Chicago, ele conheceu seu futuro companheiro nas missões, o sueco Gunnar Vingren, que estava recém formado num Instituto Bíblico e desejoso de ser um missionário. Ambos, cheios do poder pentecostal, passaram a buscar do Senhor o seu direcionamento para suas vidas. Certo dia, o dono da casa que Gunnar Vingren morava teve um sonho e tinha visto o nome Pará e foi-lhe revelado que seria uma orientação para aqueles jovens. Logo descobriram que Deus os chamava para o Brasil. Apesar do pouco entusiasmo da igreja, e de nenhuma promessa de ajuda financeira, ambos foram separados para serem missionários no Brasil, cheios de convicção da parte de Deus.

A última e grande confirmação da parte de Deus foi quando o Senhor pediu a Berg e Vingren que dessem noventa dólares de oferta (exatamente o valor que eles tinham para a viagem) para um jornal pentecostal. Eles, em obediência, o fizeram. Porém, extraordinariamente o Senhor os devolveu o exato montante, usando um irmão em outra cidade, que foi revelado por Deus para tal. Berg e Vingren partiram para o Brasil no dia 5 de Novembro de 1910. Durante a viagem, eles já puderam experimentar um pouquinho o que seria o seu campo, e ali mesmo no navio se converteu a primeira alma para Jesus, desde que eles foram separados como missionários. Então, no dia 19 do mesmo mês chegaram à cidade de Belém do Pará.

Sua Chegada ao Brasil

Sua primeira hospedagem foi no porão de uma Igreja Batista, cujo pastor era americano. Logo começaram a dirigir cultos, para ajudar aquele pastor, e sempre que sentiam de falar sobre a manifestação do Espírito Santo para aqueles dias, o faziam sem constrangimento. Mesmo sendo um assunto novo para aqueles irmãos, eles se interessavam cada vez mais, o que decorreu no grande aumento da assiduidade nos cultos e constantes visitas aos missionários. Enquanto Berg começou a trabalhar na fundição, para sustentá-los, Vingren estudava português para ensiná-lo à noite.

Primeira Assembléia de Deus

A pobreza e principalmente a doença era uma constante naquele lugar, sobretudo a lepra e a febre amarela. Com isso, os irmãos freqüentavam cada vez mais o porão onde viviam Berg e Vingren, em busca de oração e conhecimento da Palavra. Ali o Senhor começou a batizar com o Espírito Santo e curar muitos enfermos. Num daqueles cultos improvisados, entrou de surpresa o pastor da igreja, que foi cordialmente convidado a participar do culto. Recusando o convite, passou a declarar uma série de acusações com relação às falsas doutrinas ensinadas pelos missionários, esperava contar com o apoio dos que ali estavam, mas pelo contrário, um diácono, dos membros mais antigos, se levantou e defendeu com testemunhos reais de que o batismo no Espírito Santo e a cura divina é para a atualidade. Neste dia então, Berg, Vingren e mais 18 irmãos foram expulsos daquela igreja e formaram a primeira Assembléia de Deus, que a princípio se reunia na casa da irmã Celina Albuquerque, a primeira crente batizada no Espírito Santo em terras brasileiras.

Logo depois começou a circular pela cidade um panfleto, da parte daquele pastor batista, alertando a população contra os ensinamentos dos missionários, citando inclusive as passagens bíblicas por eles usadas.O que parecia prejudicial, tornou-se num grande impulso para propagação das verdades bíblicas, pois aqueles que os liam, ao conferir com as escrituras, passavam a crer em suas pregações e buscavam a igreja, que crescia exponencialmente. Dias depois, chega à primeira remessa de Bíblias e Novos Testamentos em português, o que leva Daniel Berg a se dedicar exclusivamente à venda das literaturas e pregação do Evangelho.

Avançando Para o Interior do Brasil

Quando a Palavra de Deus já havia sido distribuída em toda Belém, Berg sentiu de Deus em ir rumo a Bragança e fazer na marcha para o interior o mesmo trabalho, para o qual era vocacionado. A tarefa não era fácil; os dois maiores inimigos eram o analfabetismo e o catolicismo herdado da colonização portuguesa. Naqueles pequenos vilarejos, o padre era a maior autoridade e todos os moradores já haviam sido advertidos quanto à pregação de Daniel Berg, e temiam a leitura da Bíblia, pois a igreja os proibia.

Vencendo os Obstáculos

Apesar disto, o jovem continuava a bater nas portas, a ler trechos bíblicos e orar pelos enfermos. As portas se abriam aos poucos e o Senhor operava sempre. Em pouco tempo já haviam vinte novas igrejas entre Belém e Bragança. O próximo passo foi a caminho das selvas. O contato inicial foi difícil e a primeira família se converteu num velório quando Daniel leu sobre a ressurreição para o pai e os filhos ao lado do corpo da mãe. Estes se tornaram evangelistas e contribuíram para a formação de uma grande igreja ali. Sofreram fortes perseguições por parte dos policiais, pois o delegado estava comprometido politicamente com a igreja católica. Mas claro que por fim o nome do Senhor era glorificado pelas vitórias dos crentes. Berg só saiu dalí quando a igreja já havia amadurecido e caminhava por seus próprios pés.

Seus Últimos Dias

O passo decorrente foi sua chegada às ilhas; nesta altura os maiores inimigos eram os naturais. A travessia em barcos precários, tornava o acesso muito perigoso, pois além da embarcação, haviam as piranhas e os jacarés. As grandes distâncias, as horas perdidas e o esforço com os remos, junto ao grande aumento do trabalho, tornou-o quase impossível. Após um acidente sofrido por Daniel, numa daquelas pequenas embarcações, sentiu de Deus de comprar um grande barco a velas, o que fez com a ajuda da igreja de Belém. Com o barco "Boas Novas" o atendimento era mais proveitoso e em maior extensão. Daniel Berg passou para o Senhor em 1963, e mesmo enfermo num hospital, saía de uma à outra enfermaria entregando literatura e orando pelos que se entregavam.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

DICAS PARA OS(AS) RESPONSÁVEIS PELA COMUNICAÇÃO DA IGREJA

Suas notícias estão chegando lá?

Uma das frases mais frustrantes que um(a) líder de igreja pode ouvir é: Eu não sabia disso - particularmente quando "isso" foi impresso no boletim e anunciado durante o culto. O boletim pode ser enfatizado pela publicação de um site, envio de e-mails, mensagens em redes sociais e telefonemas. Quantos métodos serão usados pela igreja, e em que combinação, é uma decisão que dependerá da própria configuração da comunidade.Em congregações com perfil mais jovem, investir no boletim eletrônico, que os membros da igreja podem acessar a qualquer hora, do trabalho ou de casa, pode ser uma ótima idéia. O que não funciona para todos.

O carro-chefe das modernas tecnologias é a Internet, e a prioridade número 1 da Igreja é a construção de um site. Para evitar que o site se transforme em um amontoado de informações é preciso dar uma atenção especial ao design.

É fundamental que o site se mantenha sempre atualizado, com ênfase nas programações, dispostas de forma hierarquizada da seguinte maneira: maior destaque para as programações que fogem à rotina regular da Igreja, menor destaque ao calendário normal de programações. O topo da homepage é o local privilegiado para divulgar as notícias de maior destaque.

Para divulgar as informações do site, vale recorrer a um boletim eletrônico, ou seja, um resumo das notícias mais recentes enviadas diretamente aos e-mails dos membros da igreja. De maneira geral, as pessoas não vão aos sites das igrejas regularmente, a menos que estejam procurando por algo específico. Com o boletim eletrônico, elas são despertadas para as notícias e estimuladas a visitar regularmente o site. É melhor oferecer a informação do que esperar que o membro da igreja vá procurá-la.

Muitas igrejas também estão começando a usar redes sociais como Facebook e Twitterpara comunicar informações e fortalecer os laços da comunidade. A Igreja pode designar uma pessoa especialmente para enviar as informações e atuar como moderador do grupo.

Mas nem todos os modernos meios de transmissão de informações requerem um computador. Pode-se, por exemplo, usar o telefone celular para mandar mensagens a outros celulares, os chamados SMS - sigla em inglês para "short message service" (serviço de mensagens curtas). É uma ferramenta útil para notícias de última hora, emergências ou simplesmente lembretes. Por exemplo, lembrar aos membros da Sociedade de Homens o horário de uma reunião.

Os tradicionais boletins, anúncios no púlpito e cartas enviadas pelo correio ainda têm o seu lugar. Veja a seguir algumas dicas de especialistas em comunicação eclesial para tornar mais eficiente a transmissão de informações.

Boletins

•Limite o número de notícias ao essencial em cada edição.
•Inclua apenas o básico sobre cada notícia, de forma simples e direta, o que facilita a memorização da informação.
•Tome cuidado com a ortografia. Textos mal escritos prejudicam a imagem e credibilidade do boletim.
•Para criar hábito de leitura, respeite a periodicidade.
•Capriche na apresentação visual, para tornar a leitura mais agradável e estimulante.

Anúncios no culto

•Tome cuidado para que o momento dos anúncios não interfira no andamento do culto. Considere a possibilidade de usar um Power-point antes ou depois do culto
•Anuncie uma notícia apenas se ela diz respeito à maioria, ou toda a congregação (anúncios que dizem respeito a apenas um grupo de trabalho podem ser dados diretamente aos seus integrantes.
•A capacidade de retenção e memorização das pessoas é limitada. Reduza o número de anúncios ao mínimo necessário e não se alongue em detalhes. Seja claro e preciso.
•Seja visualmente criativo usando apresentações de vídeo, Power-point ou representações teatrais

Outras publicações (jornais, revistas, folhetos, cartões, mural etc)

•Faça-as visualmente atraentes
•Determine a periodicidade ideal de distribuição. Quanto maior a freqüência de uma publicação, maior sucesso na promoção dos eventos da Igreja
•Calcule os custos de impressão e distribuição (incluindo correio e transporte)
•Tenha clareza acerca do retorno que sua igreja espera. "Em minha Igreja, nós enviamos oito mil cartões e soubemos de apenas uma pessoa que, por causa do cartão, acabou vindo para o culto. Esta pessoa acabou se tornando membro de nossa igreja. Valeu a pena? Sem dúvida!", diz o pastor.

Uma vez que sua igreja decida investir na difusão de informação, certifique-se de que os comos e os porquês serão comunicados. Identifique claramente todos os meios de comunicação que são, ou serão, disponíveis.A melhor abordagem não é "um ou outro", mas "ambos" ; ou seja, usar múltiplos métodos de comunicação. Um aviso no púlpito nunca é suficiente. Lembre-se: se as pessoas dizem que não sabem de alguma coisa, significa que você não falou a eles o número de vezes suficiente, ou de suficientes maneiras. O ouvinte nunca é responsável pela comunicação não o atingir. A responsabilidade é do emissor.

Lee Dean (do site darevista Christianity Today, 10/01/2010. Tradução e adaptação: Suzel Tunes)

FONTE: http://www.metodista-rio.org.br/conteudo.xhtml?c=622

"NÃO TEMOS MUITO ISLÃ, TEMOS POUCO CRISTIANISMO", AFIRMA O CHANCELER DA ALEMANHA

Fonte: Gospel Prime

A Chanceler da Alemanha, Angela Merkel, recebeu um estrondoso aplauso do Congresso do seu partido, a União Democrata Cristã, ao anunciar que o problema da Alemanha não passa por um excesso de Islã, mas sim de uma escassez de Cristianismo.

O comentário de Merkel surge no contexto de um debate alargado sobre a identidade alemã, o lugar dos cerca de 4 milhões de muçulmanos na sociedade e o multiculturalismo, um projecto que a Chanceler considera ter falhado.

"Não temos muito Islã, temos pouco Cristianismo. Temos poucas discussões sobre a visão cristã da humanidade", afirmou a política, que em diversas ocasiões já manifestou publicamente a sua fé cristã.

A Alemanha precisa de mais debate sobre "os valores que nos guiam e a nossa tradição judaico-cristã. Temos que realçar isto com confiança, então conseguiremos chegar à coesão na nossa sociedade".

As palavras de Merkel surgem numa altura em que foi tornado público que o seu partido quer passar uma resolução a consagrar a identidade judaico-cristã da Alemanha. Uma medida que não significa a exclusão dos muçulmanos, insiste a chanceler. "Esperamos que aqueles que venham para cá a respeitem [a tradição judaico-cristã], mantendo todavia a sua identidade pessoal".

A liberdade religiosa não está em causa, adianta Merkel, que aproveitou para deixar uma mensagem sobre as minorias cristãs em países de maioria islâmica, ao dizer: "Claro que somos pela liberdade de cada um praticar a sua fé. Mas a liberdade cristã não pode parar nas nossas fronteiras. Isto aplica-se também a cristãos noutros países do mundo".

10 MOTIVOS PARA CELEBRARMOS O NATAL


1 – Porque a Bíblia, em nenhuma parte, proíbe a celebração do nascimento de Jesus Cristo.

2 – Porque, pelo fato de ninguém saber a data correta do nascimento de Jesus, a data foi estipulada em 25 de dezembro. Se não fosse esta data a escolhida, poderia ser qualquer outra. Então em pergunto: Se ninguém sabe a data correta, qual o problema de comemorarmos no dia 25 de dezembro?

3 – A Bíblia diz: “Quero trazer a memória o que me pode trazer esperança” (Lamentações de Jeremias 3:21) É melhor recordar o nascimento de Jesus, expressão maior do amor de Deus, que deu seu filho unigênito para que todo aquele que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna, que entregar, em breve, esta data para celebração de Maitreya, o avatar da Era de Aquário. Já perceberam que no dia 31 de outubro, dia da comemoração da Reforma Protestante, a maioria das Igrejas Evangélicas deixaram de recordar e muitas nem sabem o que significa, tem sido ocupado para a comemoração da festa de halloween?

4 – Se o natal tem tido desvios na sua maneira de celebrar, onde está a voz profética da Igreja para ensinar o povo que a vinda de Jesus ao mundo teve outro objetivo? Não seria este momento, onde a família se reúne, uma ótima oportunidade para o evangelismo comprometido?

5 – Porque, apesar do apelo comercial, posso me educar e ensinar minha família a ter domínio próprio e vivermos conforme as nossas posses.

6 - Porque a criação desta festividade foi a destronização do deus sol, para dar lugar ao verdadeiro sol da Justiça, que é o nosso amado Senhor e Salvador Jesus Cristo.

7 – Esta festa é um ótimo momento para glorificarmos a Jesus Cristo com nossa família, amigos e Igreja. Num tempo de tanta correria e atropelos, o Natal é um momento especial para buscarmos comunhão, reconciliação ou simplesmente estarmos juntos.

8 – Porque os adereços (enfeites) de natal, excluída a figura de papai noel e outras que destoam dos ensinos bíblicos, alegram qualquer ambiente e nos fazem rememorar a primeira noite de natal.

9 – O natal de Jesus nos dá uma excelente oportunidade para ensinarmos sobre a sua segunda vinda, assunto que anda muito esquecido nestes tempos de teologia da prosperidade.

10 – É interessante que a festa de natal traz em seu bojo um clima de muita alegria. É lógico que é também um momento de reflexão e saudade de pessoas que nos deixaram e deixaram um espaço vazio na mesa. Por isso, natal é, também, tempo de abraço, consolo, cura e de esperança.

COMEMORE O NATAL COM TODA INTENSIDADE!

Aproveite para orar junto com seus queridos.
Aproveite para presentear o aniversariante com a sua vida.
Dê graças pelo grande amor do Pai por todos nós.

Feliz Natal
Rev. Ednaldo Breves

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

LIMINAR PROIBE IGREJA DE TOCAR SINOS POR PERTURBAR O SOSSEGO DA VIZINHANÇA


O TJ-DF (Tribunal de Justiça do Distrito Federal) manteve liminar da 16ª Vara Cível de Brasília que proíbe a paróquia São Pedro de Alcântara de tocar os sinos da igreja. A decisão estipula multa em caso de descumprimento da ordem judicial de R$ 1.000 para cada badalada indevida. A decisão foi tomada pela 6ª Turma Cível do TJ-DF.

Os autores da ação alegam que o barulho dos sinos ultrapassa o limite de 50 decibéis estabelecidos para áreas residenciais, causando perturbação do sossego da vizinhança. Para comprovar o pedido liminar, foi juntado ao processo o auto de infração ambiental e o relatório de vistoria, ambos lavrados pelo Ibram (Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos). Os documentos atestavam que os ruídos do sino alcançam 56 decibéis, em confronto com as chamadas leis do silêncio.

Em recurso contra a liminar de primeira instância, a paróquia São Pedro de Alcântara informou que os sinos tocam há mais de 30 anos e que nunca houve reclamação dos moradores da região, tampouco do Hospital Brasília ou da Escola INEI, instituições situadas próximas à igreja. Sustentou ainda que o campanário atual, contendo quatro sinos, foi instalado em 1996 e que, em fevereiro de 2009, foram substituídos os motores de propulsão dos sinos, sem haver alteração na forma, tamanho ou constituição dos sinos.

De acordo com a paróquia, os autores foram os únicos a reclamar do barulho e, após esse fato, o pároco da igreja prontamente diminuiu o tempo de funcionamento dos aparelhos propulsores dos sinos para apenas um minuto, o que acarretou a diminuição das badaladas para apenas dois minutos por vez.

A relatora do recurso votou pela cassação da liminar. "É fato público e notório que a paróquia São Pedro de Alcântara funciona há mais de 30 anos na Capital Federal, congregando, em seus cultos diários, centenas de fiéis da Igreja Católica. Seus sinos, que remontam à sua criação, constituem tradição litúrgica imanente aos rituais realizados no templo. Ademais, os ajustes no equipamento do sino da paróquia já foram realizados, através da contratação de engenheiro técnico, para diminuir o número de badaladas, bem como o volume dos sinos, o que demonstra a boa-fé da paróquia em tomar as providências e diligências a fim de promover o harmonioso diálogo entre interesses díspares, sem prejuízo da dimensão simbólica cristã concernente à matéria", afirmou a desembargadora.

Os demais membros do colegiado consideraram que o barulho dos sinos infringe o máximo de decibéis estabelecidos em lei para a área, ficando a relatora vencida na questão. Enquanto não for julgado o mérito da ação, prevalece a liminar que proíbe a igreja de tocar os sinos e a multa de R$ 1.000 para cada vez que a determinação judicial for descumprida.

FONTE: http://ultimainstancia.uol.com.br/

sábado, 20 de novembro de 2010

PAPA BENTO 16 DEFENDE O USO DA CAMISINHA EM CASOS DE PROSTITUIÇÃO

Num livro de entrevistas que será lançado na terça-feira (23), o Papa Bento 16 afirma que o uso de preservativos por prostitutas pode ser aceito para evitar a disseminação do vírus da Aids, marcando assim o primeiro sinal de abertura ao tema na história do Vaticano.

Na série de entrevistas que será publicada na Alemanha, país natal do pontífice de 83 anos, Bento 16 é questionado quando a Igreja Católica não é fundamentalmente contrária ao uso da camisinha.

"Com certeza (a Igreja) não vê (o preservativo) como uma solução real e moral", respondeu o papa, que celebrou neste sábado uma cerimônia para oficializar 24 novos cardeais no Vaticano.

"Em certos casos, quando a intenção é reduzir o risco de infecção, pode ser, no entanto, um primeiro passo para abrir o caminho a uma sexualidade mais humana", completou o líder de 1,1 bilhão de católicos do planeta.

O livro, que tem como título "Luz do Mundo: O Papa, a Igreja e os Sinais do Tempo", é baseado em 20 horas de entrevistas conduzidas pelo jornalista alemão "Peter Seewald". Trechos da obra foram publicados na edição deste sábado do "Observatório Romano", o jornal da Santa Sé.

Até o momento, o Vaticano tinha como orientação padrão a proibição ao uso de qualquer forma de contracepção, mesmo como forma de evitar doenças sexualmente transmissíveis, posição que vinha atraindo fortes críticas da comunidade internacional, em vista da situação alarmante de contágio por HIV no mundo.

Bento 16 provocou revolta internacional em março de 2009 durante uma visita à África, continente devastado pela Aids, ao afirmar à imprensa que a doença era uma tragédia que não podia ser combatida com a distribuição de preservativos, que na opinião dele até agravava o problema.

A declaração foi fortemente criticada por países como a Alemanha e a França, além da agência da ONU (Organização das Nações Unidas) encarregada de lutar contra a propagação da Aids no mundo.

POLÊMICA

Ainda em 2009, durante sua primeira visita à África, Bento 16 disse a bordo do avião que o levava ao continente que a Aids "é uma tragédia que não pode ser superada com o dinheiro e nem com a distribuição de preservativos, os quais podem aumentar os problemas".

A declaração foi feita em resposta a uma pergunta sobre se os ensinamentos da Igreja Católica não eram "irrealistas e ineficazes" em relação à Aids.

O papa defendeu que a epidemia só pode ser impedida com uma renovação moral no comportamento, a "humanização da sexualidade".

A declaração atraiu o repúdio da França, país tradicionalmente católico mas relativamente liberal em questões sociais.

Paris "manifesta a sua forte preocupação com as consequências das declarações de Bento 16", disse na época o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Eric Chevallier.

"Embora não caiba a nós julgar a doutrina da igreja, consideramos que essas declarações põem em perigo as políticas públicas de saúde e o imperativo de proteger a vida humana", disse Chevallier.

Ainda em 2009, a então ministra da Saúde da França, Roselyne Bachelot, falou de forma mais emocional contra a posição do papa, dizendo à rádio RTL que Bento 16 "proferiu uma monstruosa mentira científica" que foi um desserviço para as mulheres africanas que, segundo ela, "encontram dificuldade em fazer aceitável o uso do preservativo, que pode protegê-las ".

O ex-primeiro-ministro francês Alain Juppé foi mais longe, afirmando que "este papa começa a ser um verdadeiro problema, dado que ele vive em uma situação de total autismo".

PEDOFILIA

Ainda na sexta-feira (19), cardeais católicos de todo o mundo foram convocados pelo papa a Roma para uma reunião extraordinária no Vaticano para discutir liberdade religiosa, a aceitação de convertidos da Igreja Anglicana, e principalmente, a crise de pedofilia que assola a Igreja em todo o mundo desde meados de abril deste ano.

Nos últimos anos, o Vaticano tem intensificado seus apelos por liberdade religiosa para os cristãos em países de maioria islâmica, principalmente a Arábia Saudita. Lá, não pode haver cultos públicos não-islâmicos, e converter muçulmanos a outras religiões pode acarretar a pena de morte.

O Vaticano também tem manifestado preocupação com os cristãos do Iraque, onde neste mês 52 pessoas --entre fiéis e policiais-- foram mortos durante a ocupação de uma igreja por militantes da Al Qaeda.

Os atuais e os novos cardeais também ouvirão relatos sobre o escândalo de pedofilia no clero, que tem abalado a Igreja em diversos países. Vítimas de abusos sexuais organizaram protestos em Roma para coincidir com a reunião. Elas acusam o Vaticano de não se empenhar suficientemente para proteger os menores de futuros abusos do clero.

"Queremos que os bispos entreguem à polícia e aos promotores os prontuários pessoais de clérigos que sejam acusados de forma comprovada, admitida ou crível de terem molestado crianças", disse Barbara Blaine, líder da entidade norte-americana Rede de Sobreviventes dos Abusados por Padres.