sábado, 4 de fevereiro de 2017

APRENDENDO COM JESUS - A HISTÓRIA DA MULHER ADÚLTERA QUE FOI SALVA POR JESUS


Sermão pregado em 08/01/2017 na Igreja Metodista em São Pedro - Rev. Ednaldo Breves


INTRODUÇÃO:
Neste segundo domingo do ano de 2017, gostaria de meditar sobre esta passagem bíblica tão rica.
A História de Salvação da Mulher adúltera.
No entanto, numa análise mais profunda, é, também, a história de uma ARMADILHA dos Escribas e Fariseus para Jesus!
Eles estavam muito enciumados, pois Jesus estava tomando a atenção do povo para si, com seus ensinamentos com autoridade (Mateus 7:28-29 e 13:54) e seus milagres espetaculares. Inclusive ministrando o perdão de pecados. (Paralítico em Cafarnaum – Mateus 9)
A intenção dos Escribas e Fariseus era tirar Jesus de cena (MATAR JESUS) e voltarem novamente a atraírem a atenção do povo PARA ELES.
Num determinado dia, Jesus vai para o Monte das Oliveiras à noite e pela madrugada volta para templo, e, como o povo o ia ter com ele, NO PÁTIO DO TEMPLO, Jesus os ensinava. (IMPORTÂNCIA DO ENSINO)
Numa trama bem articulada, eles trouxeram uma mulher, em flagrante adultério, e a pôs no meio de todos. (DE PÉ E NUA DA SINTURA PARA CIMA) e disseram:
- Mestre! Esta mulher foi apanhada em flagrante adultério. E na Lei nos mandou Moisés DIZ que tais mulheres devem ser apedrejadas! (Levítico 20:10 e Deuteronômio 22:22-24)
Eles só se esqueceram de um detalhe crucial: A Lei dizia que os dois deveriam ser apedrejados, Homem e Mulher! Mas, onde estava o homem com o qual esta mulher adulterou?
Talvez fosse um ilustre membro da sociedade, ou alguém amigo dos escribas e fariseus...
Esquecendo disso, ou se fazendo de espertos, perguntaram a Jesus:
Tú, pois, o que dizes:
A INTENÇÃO DELES ERA COLOCAR JESUS NUMA SITUAÇÃO MUITO DIFÍCIL;
A pergunta era muito capciosa e COMPLICADA para Jesus, se não, vejamos:
SE DISSESSE PARA NÃO APEDREJAR A MULHER, SERIA DENUNCIADO QUE ESTAVA INDO CONTRA A LEI DE MOISÉS!
SE ELE DISSESSE PARA APEDREJAR A MULHER, SERIA DENUNCIADO AO IMPERIO ROMANO QUE RESGUARDOU PARA SI O DIREITO DE APLICAR A PENA DE MORTE. (JOÃO 18:31)
Jesus, inclinando-se, começou a escrever na terra com o dedo. 
(Ele estava no Pátio do Templo. Um lugar com terra no chão.)
Jesus fica em silêncio!
O QUE ME CHAMA A ATENÇÃO, É QUE MESMO SENDO QUEM ERA, JESUS NÃO FOI PRECIPITADO;
HÁ UM DITADO QUE DIZ – SEJA DONO DO SEU SILÊNCIO PARA NÃO SER ESCRAVO DE SUAS PALAVRAS!
Devemos tomar cuidado com o que falamos e com o que escrevemos nas redes sociais. (Mateus 12:36-37)
Mas, eles insistiram: Tú, pois, o que dizes?
Agora Jesus fala e com a Sabedoria divina, cala todos os presentes:
- Quem dentre vós estiver sem pecado, seja o primeiro que lhe atire pedra!
Interessante que ele não disse: - Quem dentre vós não for adúltero!
Ele disse Quem dentre vós estiver sem pecado... NA REALIDADE, ELE NIVELA TODOS OS PECADOS!
Dizendo isso, voltou a escrever no chão!
Ao ouvirem a resposta de Jesus, acusados pela própria consciência, começaram a se retirar, dos mais velhos aos mais novos, até ficar Jesus e a Mulher!
A PALAVRA DE JESUS TOCA FUNDO NA CONSCIÊNCIA DE TODOS.
COMEÇANDO PELOS MAIS VELHOS... ATÉ OS MAIS  NOVOS... Jesus tirou as máscaras de todos os que estavam ali e eram tão pecadores quanto aquela mulher.
Só o tipo de pecado era diferente, mas todos eram, semelhantemente, pecadores.
Então Jesus, levantando-se do chão, não viu mais ninguém, além da Mulher!
Então Jesus pergunta àquela mulher: Onde estão os teus acusadores? Ninguém te condenou.
- Não Senhor! Ela respondeu!
Então Jesus, cheio de graça e Misericórdia disse àquela mulher: 
NEM EU TAMPOUCO TE CONDENO; VAI E NÃO PEQUES MAIS!

DESENVOLVIMENTO:
NESTA NOITE QUERO FALAR DE CONFRONTAR O/A PECADOR(A)!
DA GRAÇA, DA MISERICÓRDIA E DO PERDÃO DE DEUS!
E DO DESAFIO DE DEUS PARA NÓS TE TERMOS UMA VIDA DE SANTIDADE;

SOBRE O CONFRONTO COM O PECADO!
O texto diz que a mulher foi apanhada em flagrante adultério! (João 8:4)
Ao estudar o texto pensei na benção que esta mulher recebeu ao ser apanhada em flagrante adultério, ter sido trazida onde estava Jesus.
Poderia ter sido morta por uma multidão de  religiosos legalistas enfurecidos!
Mas poderia também, não tendo sido pega no ato, continuar sua vida destruindo a família dos outros.
A Bíblia diz em Provérbios 28:13 – O que encobre suas transgressões jamais prosperará, mas o que confessa e deixa alcançará misericórdia!
Seja qual for o nosso pecado, o conselho de Deus nesta noite é REFLITA A PRÓPRIA VIDA, VÊ ONDE ESTÁ PECANDO! SE ARREPENDA! ABANDONE O PECADO!
Uma hora poderemos ser colocados nus diante de uma platéia!
I Pedro 4:14-16 - Se vocês são insultados por causa do nome de Cristo, felizes são vocês, pois o Espírito da glória, o Espírito de Deus, repousa sobre vocês. Se algum de vocês sofre, que não seja como assassino, ladrão, criminoso ou como quem se intromete em negócios alheios. Contudo, se sofre como cristão, não se envergonhe, mas glorifique a Deus por meio desse nome.
Alguém pode dizer: Já errei muito!
A Bíblia diz em I Cor: 5:17: Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.

SOBRE A GRAÇA, DA MISERICÓRDIA E DO PERDÃO DE DEUS!
Era muito difícil a posição da mulher na cultura judaica do primeiro século.
A mulher judia, mesmo que pertencesse a uma família rica, estava situada em um patamar inferior na sociedade.
As mulheres e os não circuncidados, não podiam participar do templo.
Estavam fora do contexto religioso mais importante do judaísmo.
Um bom judeu, cuidadoso da lei e dos profetas, deveria começar o dia fazendo 3 orações.
Uma delas era a seguinte:  "Bendito sejas Tu, Eterno, nosso Deus, Rei do Universo que não me fizeste mulher". (Tratado Menachot).
Elas pertenciam a seus maridos e a seus filhos.
Assim a mulher passava de objeto de posse dos pais, para o marido e filhos.
Subjugada e sub-estimada.
Por pouca coisa, uma mulher poderia ser repudiada.
A Lei dizia: "Também o homem que adulterar com a mulher de outro, havendo adulterado com a mulher do seu próximo, certamente morrerá o adúltero e a adúltera." Levítico 20:10
O que faria com que uma mulher, sabendo que a pena capital de morte seria aplicada, em caso de ser pega em flagrante adultério e, ainda assim, cometesse tal ato?
Ninguém sabe quais foram as promessas que o homem adúltero fez para aquela mulher.
Muitas vezes palavras doces e bonitas, tudo que não ouvia em casa, carinho, atenção e cuidado que seu marido já não mais a dedicava.
O coração falou mais forte, entregou-se ao que parecia uma paixão, enganou-se num amor que nunca tinha vivido de verdade.
E ali ela estava diante de Jesus. Abandonada, envergonhada, desiludida, enganada e xingada por todos aqueles homens insensíveis, próxima da morte. Vítima da vida. Quanta incompreensão.
O grande mestre que tudo discernia, abaixou-se a escrever no solo, dando tempo para que aqueles homens refletissem suas atitudes. Jesus estava dando tempo para que eles examinassem suas consciências primeiro.
"Jesus, inclinando-se, escrevia com o dedo na terra." João 8:6
"Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela." Mateus 5:28
"E, como insistissem, perguntando-lhe, endireitou-se, e disse-lhes: Aquele que de entre vós está sem pecado seja o primeiro que atire pedra contra ela." João 8:7
Que grande ensinamento aquela mulher pôde experimentar do grande amor de Cristo.
Em sua íntima compaixão, Deus se importa com cada detalhe de nossas vidas.
Ele sabe as dificuldades que cada um de nós enfrentamos em todas as áreas de nossas vidas.

SOBRE O DESAFIO PARA UMA VIDA DE SANTIDADE;
E, endireitando-se Jesus, e não vendo ninguém mais do que a mulher, disse-lhe: Mulher, onde estão àqueles teus acusadores? Ninguém te condenou? E ela disse: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais. João 8:10-11
Na realidade, quando Jesus diz: Nem eu te condeno! Tem gente que para aqui e fica a impressão de um JESUS COMPLACENTE COM O PECADO DAQUELA MULHER”
No entanto, Jesus conclui: VAI, E NÃO PEQUES MAIS!
Jesus está dizendo àquela mulher: Eu entendo tudo o que você tem vivido, no entanto, adultério continua sendo pecado, portanto, vá e não peques mais!
Há uma chamada de responsabilidade para o Processo da Santidade!
Hebreus 12:14 - Segui a paz com todos e a Santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor!
Paulo escreve 2 versos tremendo sobre a mudança de vida, pos conversão e no processo da santificação:
I COR. 6
9 Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, 
10 nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbedos, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus. 
11 E tais fostes alguns de vós; mas fostes lavados, mas fostes santificados, mas fostes justificados em nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito do nosso Deus. 
Efésios 4:27-28 - Não deis lugar ao diabo. Aquele que furtava, não furte mais; antes trabalhe, fazendo com as mãos o que é bom, para que tenha o que repartir com o que tiver necessidade.

CONCLUSÃO:
Vida com Deus é vida por graça, mas, não é de graça.
Salvação é pela graça, mas não é de graça!
É vida de compromisso e santificação!
Marcos 8:34 diz: E chamando a si a multidão, com os seus discípulos, disse-lhes: Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz, e siga-me.
Reconhecemos que tudo isso é muito difícil: A porta continua sendo estreita!
Por mais que tenhamos nossas razões para pecar, nossos achismos, pecado continua sendo pecado e impedindo o homem de chegar ao céu!
Mas, o melhor de tudo é que para aqueles/as que se propõe a andar no caminho da santidade, essa pessoa nunca vai estar sozinha.
Mateus 28:20 – Eis que estou convosco todos os dias, disse Jesus, até a consumação dos séculos!
Como disse John Wesley: O melhor de tudo é que Deus está conosco!

Com carinho

Rev. Ednaldo Breves

Nenhum comentário: