terça-feira, 29 de março de 2016

FILME "A PAIXÃO DE CRISTO" DEIXA OS MUÇULMANOS IMPACTADOS

O FILME ‘A PAIXÃO DE CRISTO’ FOI LANÇADO EM NAÇÕES ISLÂMICAS


ORIENTE MÉDIO - Muçulmanos ouvem que o filme é anti-semita e vão aos cinemas. O filme "A Paixão de Cristo" foi lançado em várias nações no Oriente Médio. A agência de notícias Prayer News Alert remeteu dois relatórios interessantes do e do Kuweit e chama para orar pelo lançamento global do filme, onde muitas outras nações islâmicas permitirão o lançamento sem censura.

Por Mark Kelley
Joel News/Advance News

RELATÓRIO DO CATAR
Para a surpresa e choque de todos, o filme ‘A Paixão de Cristo’ estreou aqui no Catar, dia 2 de abril. Até agora, nós pudemos mostrar secretamente o filme Jesus para uma minoria de catarianos em uma casa. Nas próximas semanas, potencialmente, milhares de muçulmanos árabes verão este retrato poderoso do sofrimento e morte de Cristo.

Em um período de somente duas horas, mais catarianos ouviram do Evangelho do que eu pude alcançar em quase cinco anos vivendo aqui. A legenda árabe foi totalmente precisa – eles não suavizaram nada ou alteraram qualquer linguagem que os muçulmanos não concordassem. Todos nós assistimos ao filme completamente impressionados com o que Deus fez. Os muçulmanos que sentaram perto de nós foram tocados – alguns ficavam sem ar, choravam e outros reagiam com repugnância à brutalidade que Jesus enfrentou.

Contudo, se você ouviu alguma coisa sobre o porquê os muçulmanos árabes queriam ver o filme, você deve conhecer o verdadeiro motivo: é porque eles "ouviram" que o filme é antijudeu e, como eles odeiam judeus, eles querem vê-lo. O interessante de tudo isto é que Deus está usando este filme para comunicar o Evangelho e quem está motivando para que seja assistido pode ser o espírito contrário. A mensagem de amar seus inimigos e de Jesus orando por eles para que fossem perdoados enquanto Ele estava na Cruz tocou os freqüentadores muçulmanos do filme de forma poderosa.

Por favor, orem por estes pedidos urgentes: 


1. Que este filme tenha permissão para ser mostrado durante um período significante. O filme tem sido mostrado em três teatros diferentes, até quatro vezes ao dia. Os fundamentalistas certamente farão um tumulto sobre este evento nunca antes visto. Quando imaginamos que a televisão através de satélite iria ser a forma mais significante para o Senhor plantar as sementes do Evangelho, este filme chega nas nações muçulmanas!

2. Que este filme provoque uma grande sacudida nos corações de muitos muçulmanos, levando-os a salvação.

3. Que Deus nos dirija aos homens e mulheres que foram e serão impactados por este poderoso filme.

RELATÓRIO DO KUWEIT
O filme ‘A Paixão de Cristo’ é tão popular aqui que outros filmes têm sido cancelados para que este filme seja mostrado em todos os cinemas do complexo. Eu levei um amigo na segunda noite. O filme estava passando em todos os três cinemas. Eu avaliaria que bem mais de 50% das pessoas que estavam no cinema eram muçulmanos locais, incluindo mulheres completamente cobertas com véu. Você podia perceber como este filme impactou a todos. No segundo dia, muitos dos jornais locais anunciaram o filme na primeira página.

O lançamento foi muito oportuno. A morte do líder palestino Ahmad Yassin aconteceu na manhã após a estréia do filme (21/03). A resposta árabe foi uma grande e nova onda de ódio pelos judeus, que foi demonstrada por uma grande manisfestação pública (27/03). Em um tempo em que o ímpeto dos muçulmanos de odiarem foi renovado, o Senhor trouxe ‘A Paixão de Cristo’, dizendo-lhes – “Não, amem seus inimigos! Perdoem-lhes!” O contraste é chocante.

Nota do jornal JOEL NEWS: O líder palestino Yasser Arafat assistiu a "A Paixão de Cristo’ em uma tela particular na cidade West Bank de Ramallah, e fez uma positiva afirmação a respeito do filme.

Somente hoje (02/04) duas mulheres locais me perguntaram, "Você tem o Novo Testamento em árabe? Eu e todos os meus amigos queremos lê-lo!" Um outro me perguntou onde ele poderia conseguir uma Bíblia em árabe na internet. Isto nunca aconteceu anteriormente! O filme está gerando um interesse tão grande por Jesus e pelas Escrituras que todo o cristão com quem nós temos conversado parece ter uma história parecida como a destas duas mulheres. Que isto continue a aumentar.

Os jornais têm apresentado vários artigos sobre o filme. Todos estes jornais surpreendentemente não falam nada sobre a ênfase da crença islâmica de que Jesus não morreu na cruz.

As pessoas estão falando a respeito de irem assistir ao filme. Orem para que muitas pessoas o façam, e através do filme, despertem interesse e fome de conhecer mais de Jesus e a Bíblia.

Orem para que os corações sejam alcançados pelo amor de Jesus. Orem para que cristãos aproveitem o máximo desta oportunidade para compartilharem com seus amigos e estarem disponíveis para aqueles que serão impactados pelo o que tiverem assistido.

Fonte: Joel News/Advance News

Nenhum comentário: